TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 23 de janeiro de 2017 • 08h40

Prefeito assina termo de cooperação e renova parceria do Município com a Fomento Paraná

Terão sequência os atendimentos a microempreendedores e pequenos empresários na Sala do Empreendedor e na Agência do Trabalhador

O prefeito Marcelo Belinati e o diretor de Mercado e Relações Institucionais da Fomento Paraná, Luiz Renato Hauly, assinaram na sexta-feira (20) o Termo de Cooperação Técnica entre a Fomento Paraná e a Prefeitura de Londrina. A renovação do acordo irá viabilizar a continuidade dos trabalhos realizados no município por meio da parceria, existente desde 2011.

Dessa forma, terão sequência os atendimentos à população feitos pelos agentes de crédito do Município na Sala do Empreendedor, localizada na Prefeitura de Londrina, e na Agência do Trabalhador. Os créditos concedidos vão de microcrédito para Microempreendedores Individuais (MEIs) e trabalhadores informais, até crédito disponibilizados para subsidiar projetos inovadores. A previsão é que os atendimentos da Sala do Empreendedor sejam retomados em fevereiro. A partir de março devem ter início as atividades de capacitação de servidores, por meio do Sebrae-PR.

O prefeito ressaltou que sua gestão pretende reforçar essa parceria cada vez mais, fornecendo linhas de crédito para fazer com que os benefícios cheguem efetivamente aos microempreendedores, pequenos empresários e aos ambulantes que trabalham na informalidade. “A ideia é fortalecer a atuação junto à Fomento Paraná, que vem desenvolvendo um grande trabalho na cidade. Iniciativas como essa são boas para os empreendedores, para a prefeitura e para toda a cidade de Londrina. Na medida em que as pessoas estão empreendendo, geram emprego e renda e movimentam a economia local, fazendo com que todos saiam ganhando”, disse.

Segundo Hauly, a renovação do acordo de cooperação técnica entre o governo do Estado, através da Fomento Paraná, e a Prefeitura de Londrina, significa a manutenção de uma boa parceria que tem ajudado o empreendedor da região a desenvolver seu negócio, mesmo em um período de crise que o país vive. “Por meio da parceria, de 2011 a 2016, foram concedidos cerca de R$ 12,5 milhões em microcrédito para empreendedores de Londrina que dificilmente teriam acesso ao recurso na rede bancária tradicional. Deste total, R$ 8,5 milhões foram emprestados apenas nos últimos 18 meses. Mesmo na crise, há solução para aqueles que desejam empreender”, salientou.

Londrina possui atualmente 18 mil Microempreendedores Individuais (MEIs). Apenas no ano de 2016 foi concedido cerca de R$ 1 milhão pelos agentes de crédito lotados na Sala do Empreededor e outros R$128 mil por meio da Agência do Trabalhador. Além dos pequenos empresários, já foram beneficiados na cidade os microempreendedores que foram afetados pelas chuvas que atingiram a cidade e região, em janeiro de 2016, com uma linha de crédito especial. Também foram disponibilizados financiamentos específicos para taxistas e produtores culturais.

Sala do Empreendedor – A Sala do Empreendedor é um projeto voltado para o desenvolvimento econômico e social de Londrina, oferecendo atendimento personalizado aos microempreendedores que buscam a formalização e aqueles já formalizados, com taxa de juros diferenciada para financiamentos. Qualquer cidadão pode sanar suas dúvidas e saber mais sobre seus direitos e garantias, além dos benefícios oferecidos.

N.com



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário