TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 01 de abril de 2017 • 10h00

Começa a fase final da construção do Instituto Médico-Legal e Londrina

A Santini Engenharia deflagrou no último de 27 o início da fase final da construção do Instituto Médico-Legal de Londrina, obra do governo do Estado que beneficiará 1,5 milhão de habitantes de 36 municípios.

“O novo IML vai modernizar o atendimento, melhorar as condições de trabalho para os servidores e dará mais conforto à população no momento difícil da perda de um ente querido”, afirma o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

O contrapiso está sendo preparado para receber o revestimento final e o exterior será limpo para permitir a instalação dos estacionamentos de viaturas e veículos particulares.

Iniciado em abril de 2014, o IML tem 2,1 mil metros quadrados distribuídos em dois pavimentos e custará R$ 5,6 milhões. O orçamento inicial era de R$ 4,5 milhões, mas foi reajustado devido à ampliação do projeto arquitetônico e elétrico, solicitada pela Polícia Científica.

“Vamos concluí-lo até dezembro, no máximo”, estima o titular da Coordenação da Região Metropolitana de Londrina (Comel), Marco Antonio Santi. “Os pagamentos da construtora estão em dia e grande parte do equipamento já está comprada”, acrescenta, enfatizando que a finalização da obra ainda este ano foi determinada pelo governador Beto Richa.

Instalação do forro e do ar-condicionado – os dutos já estão colocados -, revestimento do piso e pintura (uma parte do prédio já foi pintada) é o que falta para a finalização da obra.

Situado na Via Expressa nas proximidades do 4º Distrito Policial, o IML terá sala frigorífica de 61 metros quadrados, auditório de 131 e sala de necropsia, dotada de scanner, com133. Terá ainda, entre outras dependências, sala de raios-x, laboratórios odontológico, patológico, toxicológico e químico e consultórios ginecológico, psicológico, odontológico e geral. As viaturas disporão de uma central de lavagem.

A equipe contará com os novos profissionais, de nível superior e técnico, que estão em processo de seleção. As provas foram aplicadas no final de semana. Os salários são de R$ 3,1 mil para o nível técnico e de R$ 9,2 mil para o superior. O último concurso do gênero foi feito em 2007. Serão contratados 54 profissionais para todo o Estado. A equipe destinada ao IML de Londrina ainda será definida.

A construção do IML de Londrina, assim como de Curitiba, que está em fase de conclusão, e de Maringá e Paranaguá, já entregues, faz parte do programa Paraná Seguro, lançado pelo governo Beto Richa, que inclui a contratação de 10,8 mil policiais até o momento, compra de equipamentos, reforma e construção de batalhões e renovação da frota de veículos



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário