TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 12 de abril de 2017 • 08h58

Agricultura dá início a 24ª Feira do Peixe Vivo

Consumidor poderá comprar seis espécies diferentes de peixe; atendimento no feriado da Paixão de Cristo (14) será das 8 às 13 horas

Tem início hoje (12) a 24ª edição da Feira do Peixe Vivo, realizada pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA). Até o feriado da Paixão de Cristo, na sexta-feira (14), sete piscicultores de Londrina irão comercializar seis espécies diferentes de peixes na praça Tomi Nakagawa. O público também terá opções de salgados, pastéis e lanches feitos com peixe.

A Feira do Peixe Vivo fica aberta hoje e amanhã (13), das 8 às 19 horas. No feriado do dia 14, o atendimento será das 8 às 13 horas. O objetivo é incentivar e valorizar a piscicultura na região, garantindo a oferta de produtos de boa qualidade e procedência, com com valores mais acessíveis que os praticados pelas redes de supermercados e peixarias.

Estarão disponíveis ao consumidor as seguintes espécies: bagre e carpa (R$ 12,00/kg); tilápia pequena (R$ 13,00/kg); tilápia grande (R$ 15,00/kg); matrinxã (R$ 16,00/kg); pacu (R$ 17,00/kg); e pintado (R$ 24,00/kg). A expectativa para este ano é comercializar 20 toneladas de peixe. Na última edição, em 2016, foram vendidas 18 toneladas.

Projeto - A Feira do Peixe Vivo faz parte do projeto “Feira de Produtos de Época”, que integra a política de Segurança Alimentar do Município, realizada pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. O projeto visa disponibilizar, aos produtores, espaços públicos para a venda de produtos no auge da produção.

O produtor de Londrina que quiser participar do projeto deve comparecer na Secretaria para fazer a sua inscrição. A equipe técnica da SMAA realiza vistoriais no local e avalia, entre outros aspectos, critérios de produção e o cumprimento às normas da Vigilância Sanitária. Com a inscrição aceita, o produtor passa a contar com o apoio da prefeitura e deverá participar das reuniões periódicas do grupo.

N.com



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário