TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Saúde • 13 de abril de 2017 • 08h13

Londrina: Saúde realiza exposição de endemias na região sul

Haverá exposições sobre o Aedes aegypti e mostruários do caramujo africano, esquistossomose e bicho barbeiro; também foram divulgados os dados da dengue em Londrina

Na próxima terça-feira (18), a partir das 9 horas, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da coordenação de Controle de Endemias, realiza uma exposição sobre o mosquito Aedes aegypti  em um evento cultural organizado pela comunidade do Jardim Nova Esperança, na região sul de Londrina. Haverá várias oficinas socioeducativas tendo como assunto principal o meio ambiente. As ações serão desenvolvidas na Rua Sebastião Pedroso de Moraes, 245.

No local, os agentes de endemias montarão exposições de mostruários do caramujo africano, da esquistossomose e bicho barbeiro. A população também vai receber informações sobre a leishmaniose e orientações, através de maquetes, sobre o ciclo evolutivo do Aedes aegypti. “A exposição do larvário demonstra o ciclo evolutivo do mosquito, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto. “Haverá ainda demonstração do quintal certo e errado e exposição de materiais lúdicos que representam os materiais que podem acumular água, servindo de criadouros para o mosquito”, informou a educadora em Endemias da SMS, Lucimara Vasconcelos.

A população também receberá panfletos, que contém diversas informações sobre as endemias. O objetivo da ação é levar informações sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito. “Estamos chegando no período do frio e é fundamental que as pessoas não se descuidem, também no inverno, para que não haja um epidemia durante o verão”, frisou Lucimara.

2º LIRAa

Nesta semana os agentes de endemias do Município e os servidores do Ministério da Saúde estão realizando o trabalho de campo para elaboração do 2º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2017.  As atividades começaram na segunda-feira (10) e devem ser finalizadas até a próxima segunda-feira (17), por conta do feriado da Sexta-Feira Santa, celebrado no dia 14 de abril. “Dependendo das condições climáticas nos próximos dias, a finalização da primeira etapa do levantamento pode ser prorrogada ainda um pouco mais”, disse Lucimara.

A ação será feita em cerca de nove mil imóveis de 185 localidades da área urbana, incluindo residências, comércios e terrenos baldios, onde são verificadas, nas amostras de água parada, se há larvas de mosquitos. Quando são encontradas larvas, elas são encaminhadas para análise em laboratório, a fim de identificar se a larva é do Aedes aegypti ou de outro mosquito. O restante dos focos é eliminado pelos agentes, que também orientam os moradores sobre como evitar a proliferação do Aedes.

Números da dengue

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, ontem (12), o relatório semanal com os dados sobre a dengue em Londrina. Do início do ano até o momento, foram registradas 1.437 notificações relacionadas à doença. Deste total, 20 casos foram confirmados e 1.047 descartados. Outros 370 estão em andamento, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

Dayane Albuquerque e Renan Oliveira/NC/PML



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário