TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 13 de abril de 2017 • 18h56

Saúde inicia campanha de vacinação contra influenza

Neste ano, além de idosos, crianças e outros grupos, também serão vacinados contra a gripe os professores da rede pública e particular

A Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (17), a partir das 12 horas, a campanha de vacinação contra influenza. Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), da área urbana e rural, já foram disponibilizadas as doses para imunização dos grupos prioritários. A campanha nacional irá ocorrer até o dia 26 de maio. E no dia 13 de maio, todas as UBSs estarão abertas para vacinação, das 8 às 17 horas. Em Londrina, a previsão é que sejam imunizadas mais de 155.000 pessoas.

A vacinação é destinada aos seguintes grupos: indivíduos com 60 anos de idade ou mais; crianças com idade de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e puérperas, no período até 45 dias após o parto; trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados; população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou em condições clínicas especiais, que possuam prescrição médica; e professores de escolas públicas e privadas, que estejam em atividade.

A coordenadora de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, Sônia Fernandes, ressaltou que as mães de crianças no grupo prioritário devem procurar as UBSs logo nas primeiras semanas da campanha. “Nos últimos anos, temos tido dificuldade em vacinar todas as crianças que estão nessa faixa etária. E é com a vacinação que podemos diminuir a circulação do vírus da gripe, já que esta é a faixa etária que possui maior convívio social”, explicou.

Para ser vacinado, é necessário apresentar a Carteira de Vacinação, principalmente de crianças; solicitação médica que conste a doença de base, para os doentes crônicos; declaração da instituição que é vinculado e documento de identificação com foto, para professores; ou o registro de nascimento ou declaração de nascidos vivos, para as puérperas.

Sobre a vacina

A vacina utilizada na campanha nacional é trivalente, ou seja, protege contra os três tipos de vírus que mais causam complicações: H1N1, H3N2 e Brisbane. As doses foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, e produzidas pelo Instituto Butantan e InstitutoButantan/Sanofi Pasteur-França. A aplicação ocorre em dose única. Porém, em crianças com idade até oito anos, pode haver a necessidade de duas doses, com intervalo de 30 dias entre elas.

A vacina contra influenza não pode ser aplicada em pessoas com histórico de alergia grave à proteína do ovo de galinha, ou qualquer componente da vacina. Caso haja necessidade, é permitida a aplicação simultânea com outras vacinas.

Juliana Gonçalves/NC/PML



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário