TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Saúde • 18 de abril de 2017 • 08h53

Saúde conclui trabalho de campo para elaboração do 2º LIRAa deste ano

Foram vistoriados cerca de nove mil imóveis de 185 localidades da área urbana, incluindo residências, comércios e terrenos baldios

A Secretaria Municipal de Saúde, concluiu, na quinta-feira (13), o trabalho de campo necessário para elaboração do 2º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2017. Nesta primeira etapa do trabalho foram vistoriados cerca de nove mil imóveis de 185 localidades da área urbana, incluindo residências, comércios e terrenos baldios, onde são verificadas, nas amostras de água parada, se há larvas de mosquitos.

Quando são encontradas larvas, elas são encaminhadas para análise em laboratório, a fim de identificar se a larva é do Aedes aegypti ou de outro mosquito. O restante dos focos é eliminado pelos agentes, os quais também orientam os moradores sobre como evitar a proliferação do Aedes.

O trabalho contou com o envolvimento de 200 agentes de endemias e de servidores do Ministério da Saúde.  O próximo passo é concluir a análise das amostras coletadas em laboratório, para elaboração do relatório final. A previsão é de que os dados sejam concluídos em duas semanas.

Exposição – A Secretaria Municipal de Saúde prossegue com as ações educativas de combate ao mosquito Aedes aegypti. Nesta terça-feira (18), a partir das 9 horas, haverá uma exposição sobre o Aedes em um evento cultural organizado pela comunidade do Jardim Nova Esperança, na região sul de Londrina. Haverá várias oficinas socioeducativas tendo como tema principal o meio ambiente. As ações serão desenvolvidas na Rua Sebastião Pedroso de Moraes, 245.

Segundo a educadora em Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, Lucimara Vasconcelos, os agentes de endemias montarão exposições de mostruários do caramujo africano, da esquistossomose e bicho barbeiro. “A população também vai receber informações sobre a leishmaniose e orientações, por meio de maquetes, sobre o ciclo evolutivo do Aedes aegypti”, informou.

A exposição do larvário demonstra o ciclo evolutivo do mosquito, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto. Haverá ainda demonstração do quintal certo e errado e exposição de materiais lúdicos que representam os materiais que podem acumular água, servindo de criadouros para o mosquito.

N.com



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário