TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Paraná • 18 de maio de 2017 • 08h25

Deputado Marcio Nunes participa dos 70 anos da Secretaria Estadual de Educação

O deputado estadual Marcio Nunes participou da solenidade no Salão de Atos do Palácio Iguaçu, em Curitiba, das comemorações dos 70 anos da Secretaria de Estado da Educação. Durante o evento, o governador Beto Richa enalteceu o papel do órgão na gestão da área, na formação dos paranaenses e no desenvolvimento do Paraná.

Richa falou sobre o reconhecimento e lembrou que ao longo destas sete décadas, milhões de paranaenses receberam formação nas escolas estaduais. "E é com este pensamento que celebramos os 70 anos da Secretaria da Educação reconhecendo sua contribuição inestimável ao processo de fazer do Paraná um Estado de destaque, desenvolvido e que tem servido de modelo para o resto do País. Tudo isso graças a educação de qualidade ofertada no Estado”, afirmou.

Hoje a rede estadual é formada por 2.100 escolas. Richa ressaltou que o número de alunos, que já ultrapassa 1 milhão, representa cerca de 10% de toda a população paranaense. “São 100 mil profissionais da área, que se dedicam diariamente a levar educação de qualidade às crianças e jovens. Este é o momento de homenagearmos a todos os que deram e dão a sua parte para o Paraná ser o que é hoje”, declarou.

O governador também destacou os avanços na área da educação nos últimos anos, com o aumento dos repasses para o transporte e para a merenda escolar. Também mencionou o programa Escola 1000, lançado no ano passado pelo Governo do Estado e que destinou R$ 100 milhões para reformas e reparos em mil escolas da rede estadual.

Na solenidade, todos os 37 secretários que passaram pela pasta foram homenageados. Os diretores das cinco escolas que completam 70 anos em 2017 também foram homenageados. São elas a Escola Estadual Santa Terezinha, de Santo Antônio da Platina; o Colégio Estadual do Campo Doutor Júlio Junqueira, de Arapongas; os colégios estaduais Doutor Willie Davids, de Londrina; Dom Alberto Gonçalves, de Palmeira; e Professor Becker e Silva, de Ponta Grossa.



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário