TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Cultura • 19 de maio de 2017 • 13h34

Governador destaca valorização e avanços da cultura do Paraná

O Governo do Estado vai destinar R$ 30 milhões, via renúncia fiscal, para projetos culturais de 200 municípios paranaenses entre 2018 e 2019. O volume de recursos foi confirmado pelo governador Beto Richa nesta sexta-feira (19), durante a abertura do Encontro de Gestores e Dirigentes Municipais de Cultura do Paraná, realizado no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. O foco do evento foi apresentar as principais diretrizes, projetos e programas culturais do governo estadual.

Richa destacou os avanços do Paraná na área, em especial o Programa de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice), que garantiu R$ 25 milhões para atividades culturais entre 2016 e 2017. Por meio da renúncia fiscal de ICMS, o Profice apoia projetos de artes visuais, audiovisual, circo, dança, literatura, música, valorização do patrimônio cultural material e imaterial, povos, comunidades tradicionais, culturas populares e teatro. “A cultura sempre foi prioridade nos meus governos”, disse Richa. 

Para o diretor-executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Marino Galvão Junior, o Governo do Estado tem dado uma atenção especial à área cultural. “O Paraná carecia de políticas públicas voltadas à cultura, mas esse governo está conseguindo dar o devido valor, e um exemplo é o próprio Profice. Espero que possamos consolidar e avançar cada vez mais”, disse. 

APLICATIVO – O secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, anunciou o lançamento do aplicativo Cultura Paraná, um guia com a programação cultural de todos os municípios do Estado. “Esse aplicativo vai gerar conteúdo especial para quem faz cultura no Paraná e para quem quer consumi-la”, disse.

Graças a um sistema de geolocalização, a tecnologia pode mostrar a programação cultural das cidades paranaenses. Os gestores municipais terão um login e uma senha para alimentar as informações. “Todos terão espaço para divulgar seus trabalhos. A cultura tem que ser acessível e ficar mais próxima do cidadão”, acrescentou Fiani. 

O aplicativo pode ser encontrado hoje na Play Store (loja de aplicativos do Google) e será liberado já semana próxima semana para usuários do sistema iOS, da Apple. 

AEN



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário