TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 11 de julho de 2017 • 09h16

Assuel Sindicato dá posse a nova diretoria

 

O fisioterapeuta e servidor do  Hospital Universitário, Adão Aparecido Brasilino é o novo presidente da Associação dos Servidores Técnicos Administrativos da Universidade Estadual de Londrina (UEL) – Assuel Sindicato. A posse ocorreu ontem, 10, na sede da entidade e contou com a presença de dezenas de servidores.

 

Militante da área da saúde, Brasilino é servidor da UEL desde 1994, onde trabalhou no Hospital das Clínicas e em 2000 passou a ocupar o cargo de Técnico de Radiologia do Hospital Universitário (HU), onde está lotado até hoje. No movimento sindical, fez parte do sinsaúde e está na Assuel há seis anos.

 

O ex-presidente, Marcelo Seabra, discursou lembrando das principais desafios dos seus sete anos de mandato. Entre as principais vitórias conquistadas estão: a transformação da GS em GAS, nivelando pelo valor menor; o PCCS; insalubridade e periculosidade; ampliação da jornada de trabalho; mudança da sede o HU; assessoria jurídica; renovação da frota de veículos e ganho da causa dos diplomas para 19 servidores.

 

“Considero que foram anos de muitas lutas, mas também de muitas conquistas graças ao apoio de todos os associados. Continuarei participando da Assuel, sempre lutando pela UEL e pelos direitos dos trabalhadores”, declarou Seabra que passa a ser o diretor financeiro do sindicato.

 

O ex-diretor financeiro, Arnaldo Mello destacou a transparência dos recursos da instituição. “Estamos com nossas contas em dia”, disse Mello que a partir de agora será o novo secretário geral da Assuel. Já o pro- reitor de Recursos Humanos da UEL,  Leandro Ricardo Altimari, parabenizou a nova diretoria e disse que as portas da reitoria estarão sempre abertas para a Assuel.

 

Brasilino por sua vez, declarou que não vai medir esforços na luta contra o Governo do Estado para garantir o que resta de autonomia da universidade. “ Vamos continuar lutando pelo diálogo com o governo para impedir a perda dos direitos dos servidores”, disse.

 

Entre as principais propostas do novo presidente estão: a valorização da carreira; lutar pela reposição salarial e contra o Meta 4 ; acabar com  precariedade de vários setores da UEL; combater o assédio moral; aumentar o número de associados e oferecer novos serviços aos sócios da entidade. “Tenho muito orgulho em assumir o sindicato e prometo muito trabalho e dedicação neste período que eu estiver a frente a Assuel", disse.

 

A luta continua - Nesta noite,10,  um ônibus sai de Londrina lotado de servidores e alunos para participar amanhã, 11, de audiência pública na Assembleia Legislativa do Paraná, para discutir o Meta 4.

Elsa Caldeira/Asimp/Assuel

Clique nas fotos para ampliar

A direita, o pró-reitor de RH da UEL, Leando Ricardo Altimari, os diretores e  outros servidores - Foto Divulgação
A nova diretoria a Assuel - Foto Divulgação


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário