Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Agricultores e agricultoras familiares paranaenses da cooperativa de assentados Agroindústria e Comércio Terra Livre e da Cooperativa de Produtores Orgânicos Tijucas do Sul (Coorgânicos) irão entregar cerca de 156,5 toneladas de alimentos à Associação de Cooperação Agrícola e Reforma Agrária do Paraná (ACAP) e à Ação Social do Paraná (ASP). Os produtos, adquiridos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra com Doação Simultânea (CDS), irão beneficiar ao todo 15 cozinhas solidárias no Paraná.

A primeira entrega, realizada ontem (30), teve a presença do presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto, e da secretária nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan) do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Lilian Rahal.

Pela proposta firmada, serão beneficiados 86 produtores e produtoras locais que irão fornecer frutas e hortaliças, como abóbora, banana, repolho, couve, entre outros alimentos. Para isso, serão destinados recursos repassados para a Companhia pelo MDS, na ordem de R$ 1,26 milhão.

Os projetos foram aprovados pela Companhia no ano passado e serão executados ao longo de 2024. Os produtos doados irão auxiliar a alimentação de mais de 8.500 pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional que são contempladas pelas cozinhas solidárias atendidas pelas associações.

O evento conta também com a presença do superintendente da Conab no estado paranaense, Valmor Bordin, da coordenadora do Escritório Estadual do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) no Paraná, Leila Klenk, e de representantes das entidades fornecedoras e beneficiárias.

PAA e Programa Nacional de Cozinhas Solidárias

Por meio do PAA, os produtos da agricultura familiar são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional atendidas por programas de ações da rede socioassistencial, equipamentos públicos e sociais de segurança alimentar e nutricional, e demais entidades de atendimento acompanhadas pelos conselhos municipais e estaduais de políticas temáticas. O Programa também possibilita a formação de estoques pelas cooperativas e demais organizações da agricultura familiar, bem como o atendimento às demandas de gêneros alimentícios e materiais propagativos.

Já o Programa Nacional de Cozinhas Solidárias foi concebido no Projeto de Lei que cria o novo PAA, sancionado em julho deste ano. O equipamento visa garantir segurança alimentar nos centros urbanos ao fornecer alimentação gratuita e de qualidade à população vulnerável, sobretudo a população em situação de rua e de insegurança alimentar.

Ascom/Conab

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.