Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, na sexta-feira, 28, um seminário de avaliação dos resultados das missões internacionais que aconteceram neste ano com a participação da estatal. Foram apresentados os encaminhamentos da Rede de Sistemas Públicos de Abastecimento e Comercialização na América Latina e no Caribe (Rede SPAA), em El Salvador, e das reuniões na Venezuela, em Angola, em Honduras e na República Dominicana.

Na reunião da Rede SPAA, instituição internacional coordenada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), foi definido que o Brasil sediará o encontro de 2024. Por proposta da delegação brasileira, foi aprovado que os países vão trabalhar pelo cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável, especialmente a erradicação da fome, a garantia da segurança alimentar e nutricional e o combate à desigualdade econômica e social na região.

“Alguns países têm serviços semelhantes aos executados pela Conab, mas não têm uma atuação completa como o da Conab, com abastecimento, armazenamento, logística , compras públicas, informações agropecuárias, preços de produção e monitoramento de safras”, afirmou o diretor-presidente da Companhia, Edegar Pretto.

“A Conab deve oferecer o que tem, mas também ter a humildade de aprender, porque há muitas experiências positivas mundo afora”, completou Pretto, na abertura do seminário.

A representante da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) no seminário, Anna Perez, disse que “através do trabalho da Conab, o Brasil fortalece a sua presença internacional”. Perez fez uma apresentação das ações desenvolvidas pela Agência.

Os diretores Silvio Porto (Política Agrícola e Informações) e Thiago dos Santos (Operações e Abastecimento) participaram da abertura do encontro, coordenado pelo assessor de Relações Internacionais da Conab, Marisson Marinho. Também estiveram presentes representantes das áreas internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA).

A Conab tem agendas de cooperação em andamento com Venezuela, Angola, Honduras e República Dominicana. As articulações internacionais são feitas em parceria com a ABC, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores. A Conab integra o Grupo de Trabalho Interministerial sobre Cooperação Humanitária Internacional.

Asimp/Conab

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.