Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Cocriago, hub de inovação do agronegócio, localizado em Londrina (PR), está comemorando um ano de fundação com crescimento de 280% no número de startups reunidas em seu ecossistema – de 10 para 38 agtechs, muitas de fora da cidade e do estado. Além disso, o hub congrega oito institutos de pesquisa (eram quatro há um ano) e por meio de parcerias com cooperativas e revendas, mais de 28 mil produtores rurais que têm acesso às mais inovadoras tecnologias para seus negócios.

Segundo a head de inovação do Cocriagro, Tatiana Fiuza, a ideia inicial era ser um movimento local, mas que já alcançou o Brasil todo. “Além das startups, temos um programa com empresas juniores, com membros até do nordeste”, explica.

Entre os principais projetos desenvolvidos nesses 12 meses estão a exportação do primeiro lote de café rastreado com tecnologia blockchaim para o Japão, da startup Arabyka e a conexão da agtech SSCrop Gestão de Fazendas com a Integrada Cooperativa Agroindustrial para uma prova de conceito para utilização do software de gestão de propriedades pelos cooperados.

O Cocriagro lançou ainda o Florescer, programa voltado para empresas juniores, com o objetivo de incentivar o empreendedorismo no agronegócio, além de conectar e expandir a atuação das empresas juniores com players desse mercado, produtores rurais e startups e estão colocando em prática o Programa Cultivar, para levar mais conhecimento para as startups sobre gestão de negócios no agro.

George Hiraiwa, head de relações institucionais do Cocriagro, lembra ainda as parcerias com o hub Impulso da Copavel e PTI; com a Oracle para o programa de startups; e com o Pulse, da Raízen. “Montamos  também dois Sistemas de Gestão da Inovação baseado na ISO 56002 para a Baldan e Belagrícola”, explica.

Eventos

Um dos pontos fortes do Cocriago é a conexão entre os atores de seu ecossistema, que foi intensificada com a inauguração da sede do hub, em abril deste ano. Os eventos promovidos foram destaque neste primeiro ano com mais de 60 edições do CO-nhecer, que reúne empresas, cooperativas e startups; 25 encontros Horta - interação entre institutos de pesquisa e empresas; oito Mudinhas, para  estímulo ao empreendedorismo inovador no agro e cinco eventos técnicos.

Localizado no SRP Valley, o hub atua na integração de empresas e cooperativas tanto com startups, como com grupos de pesquisa. “Além disso, temos uma atuação na área de inteligência para inovação aberta, com processos de gestão.  Nosso foco é levar a inovação para o campo”, explica Hiraiwa.

O Cocriagro tem um espaço físico de 650m², composto por áreas compartilhadas para startups, estações de trabalho, auditório para 40 pessoas, sala de reuniões para 20 pessoas, área de convivência, baias com espaços rotativos e salas para empresas.

Flávia Romanelli/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.