Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No prefácio do livro: " Snu", o Professor Marcelo Rebelo de Sousa, afirma: educamos as crianças do mesmo modo como nossos pais nos educaram:

" Um psicólogo famoso disse um dia que: " A criança é o pai do homem. Queria ele explicar que, assim como somos educados em criança, assim seremos, em larga medida, quando adultos educadores de outras crianças, os nossos filhos. Ou, posto de outro modo, a educação marca, de forma apreciável, o destino de cada qual. "- Do prologo de Marcelo Rebelo de Sousa, no livro: " Snu".

Durante longas décadas pensou-se que, quando todos os jovens tivessem acesso à escola e, frequentassem o ensino superior, parte dos problemas que atormentavam o mundo – violência, injustiça, guerra e pobreza – estariam finalmente resolvidos.

Todavia passaram longas décadas, e os nossos jovens, na totalidade, frequentam – até porque são obrigados, – o ensino secundário, e milhões, em número nunca visto no nosso país, entram na Universidade, alcançando a desejada licenciatura, mestrado e mesmo doutoramento; mas, o que infelizmente se verifica?

Os males, que no século passado perturbavam a sociedade, como a delinquência e a segurança na via pública, continuam, e agravam-se ainda mais.

Por que será que não se verificou a almejada mudança?

Porque a instrução tornou realmente, a juventude mais culta. Os jovens encontram-se mais aptos para os confrontos da vida (leia-se para ganhar, mais dinheiro,) mas não conseguiu modificar o âmago do homem, sob aspeto moral e cívico. Porque a escola ensina, mas não educa; e quando pretende educar, muitas vezes inculca conceitos amorais, que pervertem ainda mais a alma dos jovens estudantes.

Quem educa ou devia educar, são os pais, avós e restante família, e seria também a Igreja; infelizmente nem todos os sacerdotes se portam como bons educadores.

Se realmente quisermos um mundo melhor, temos que regressar aos antigos valores da nossa Civilização Ocidental, baseados nos ensinamentos bíblicos, mormente na doutrina pregada por Jesus. Só assim é que se conseguirá a tão desejada paz, e concórdia na coletividade.

Infelizmente, o Estado laico, o abandono da prática religiosa, assim como da oração, está a descambar a sociedade para a imoralidade, afastando-a de Deus, com as infandas consequências que dai advêm.

Humberto Pinho da Silva - Blogue luso-brasileiro: "PAZ" - http://solpaz.blogs.sapo.pt/  -  humbertopinhodasilva@gmail.com

* Os textos (artigos) aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do GRUcom -  Grupo União de Comunicação (Jornal União/Portal www.jornaluniao.com.br/Rádio e TV Jornal UniãoWeb).

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.