Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os alunos da Escola Especial da Associação Flávia Cristina, inseridos no projeto Mãos que Criam na Seda Arteterapia e Design Têxtil na Inclusão Social, irão expor e comercializar, pela primeira vez, o resultado de seus trabalhos realizados a partir da matéria-prima seda e seus derivados (palha de seda). A Exposição de Arte será realizada de hoje, 12, até o dia 16 (sexta-feira), na agência Sicredi Dexis da Zona Norte de Londrina (avenida Saul Elkind, 2.166), sempre das 11 às 16 horas.

A Associação Flávia Cristina trabalha, há 25 anos, pelo desenvolvimento, autonomia e inclusão da pessoa com deficiência intelectual e múltiplas deficiências. O projeto Seda é realizado com as mães e os alunos, que participam juntos de oficinas de arteterapia e atividades pedagógicas, e contam com incentivo do Fundo Seda, Abraseda e Universidade Estadual de Maringá.

Cibele Hencklain Blaauw, diretora-geral da associação, destaca a importância do projeto não só pelo viés da geração de renda aos alunos e seus familiares, mas também pelo aspecto ambiental, fortalecimento de vínculos familiares e socialização dos alunos.

“Os alunos e suas famílias passaram por um processo de aprendizagem com os professores envolvidos neste projeto e iniciaram a fabricação dos artesanatos, visando a geração de renda para as famílias e para as pessoas com deficiência, pois queremos mostrar que eles podem ter renda por meio de uma arte tão bonita, como é o artesanato. Outro diferencial do projeto é a questão ambiental, pois são utilizadas palha e uma gama de cores a de tintas fabricadas artesanalmente sem ferir o meio ambiente. Temos tintas feitas com casca de cebola, com o caroço do abacate, com a casca da Araucária, que é um produto paranaense”, cita a diretora.

A cooperativa Sicredi Dexis também é parceira, incentivadora e apoiadora dos projetos desenvolvidos pela associação. “Por isso, queríamos realizar a exposição do projeto com a cooperativa”, comenta Cibele.

A professora do projeto Irenice Palmeira informa que, entre os produtos da Exposição de Arte estarão colares, echarpes e lenços de seda, saboaria com decoração em seda (sabonete em barra, sabonete líquido, aromatizador e sachê),  coleções  de decoração de ambiente, com quadros e cobogós; garrafas decorativas e aromatizadores com técnicas de marmorização.

Ela destaca que a venda dos produtos produzidos na Associação Flavia Cristina, mantenedora da escola de  Educação Especial, tem também como objetivo  adquirir novos materiais para  dar continuidade ao processo de ensino - aprendizagem teórico e prático dos conteúdos pedagógicos dos educandos, bem como subsidiar as oficinas criativas realizadas com as Mães e demais mulheres da comunidade para futura geração de renda familiar.

O gerente Pessoa Jurídica da agência da Zona Norte, Danilo Galvan de Souza, lembra que todas as agências da Sicredi têm espaços para exposição e comercialização de produtos de seus cooperados. “Desta forma, contribuímos com o desenvolvimento de nossos associados e  da região onde estamos inseridos”, comenta.

Benê Bianchi/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.