Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Até 1.º de março, Instituto A.Yoshii destaca mais de 40 obras únicas criados nos projetos Obra&Arte e Criando Arte, em Londrina

Resíduos de madeira se transformam em mesas. Vergalhões se tornam matéria-prima para esculturas de decoração e canos de PVC dão suporte para a criação de luminárias. Transformar o olhar para os resíduos da construção civil tem sido o objetivo das oficinas que o Instituto A.Yoshii promove por meio dos projetos Obra&Arte e Criando Arte.

Pelas mãos de colaboradores e voluntários, esses materiais, que seriam descartados, acabam sendo reutilizados na criação de objetos de decoração e utilidade doméstica. São itens como mesas, cadeiras, luminárias, cachepot, ecobags e bolsas térmicas, que poderão ser conferidos pelo público na Exposição Obra&Arte e Criando Arte, a partir do dia 28 de fevereiro, na Galeria Arquiteto Julio Ribeiro, do Sinduscon, em Londrina (PR). A mostra é uma iniciativa do Ministério da Cultura com o Instituto A.Yoshii.

A mostra gratuita reúne mais de 40 peças criadas pelos participantes dos projetos. “Ambos os projetos buscam ressignificar os resíduos das obras de todo o Grupo A.Yoshii. Além de proporcionar o contato com a arte, essas iniciativas ampliam e fortalecem o pensamento sustentável, provocando discussões a respeito do tema, assim como um novo olhar para os resíduos”, diz o presidente do Instituto A.Yoshii, Aparecido Siqueira.

A exposição conta com 30 peças produzidas nas oficinas do projeto Obra&Arte em 2023. Para esta edição, os participantes contaram com a orientação do renomado arquiteto e designer Fabrício Ronca. O público também poderá conferir outras 20 peças confeccionadas pelas mãos de mulheres que participam do projeto Criando Arte. Para a realização destes projetos, o Instituto A.Yoshii conta com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.

Asimp/ Instituto A.Yoshii

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.