Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Festival, que acontece de 06 a 13 de novembro, traz espetáculos e workshops para a Cidade com a participação de grupos internacionais,  nacionais e artistas locais

O CICLO – Circuito de Artes e Conceitos de Londrina, volta a tomar conta da Cidade de 06 a 13 de novembro com uma programação que inclui espetáculos, workshops, demonstrações de trabalho e intervenções artísticas, tudo gratuito. Idealizado pela Palipalan Arte e Cultura com o patrocínio da Sanepar através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, apoio do 2º Ofício De Registro De Imóveis de Londrina e apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura, CODEL , MARL – Movimento dos Artistas de Rua de Londrina, Vila Triolé, Clube do Choro de Londrina, Museu Histórico de Londrina (UEL), Funcart e Livraria Olga, o CICLO se propõe a criar pontes que possam gerar parcerias e ações em rede, misturando linguagens artísticas e diversos grupos sociais.

Na edição 2022, o CICLO traz a Londrina o Teatro Potlach, de Fara Sabina (Itália) e membros do Teatr Brama (Polônia) para a construção colaborativa do espetáculo “Espírito do Tempo” que acontece em uma única apresentação no dia 11 de novembro, no Museu Histórico de Londrina. Além dos artistas internacionais, a montagem conta com a participação dos inscritos no Wokshop, artistas de coletivos de Londrina previamente convidados a participarem do processo. A programação ainda conta com a presença do grupo Contadores de Mentira, artivistas das artes cênicas, da cidade de Suzano (São Paulo) com duas montagens, “Cícera”, no dia 7 de novembro, às 21h, na Funcart e “Figura de Encruzilhada”, no dia 12 de novembro, às 11h no Calçadão. Os dois espetáculos fazem parte da ação “Giros do Ciclo” e o grupo paulista ainda deve realizar uma demonstração de trabalho e oficina, com locais e datas a serem definidos. 

As ações de 2022 ensaiam o que deve vir a ser o CICLO em 2023. “Acreditamos e persistimos no objetivo de apresentar um formato diverso de Festival. Apesar das dificuldades, nos reunimos durante todo o ano estudando e viabilizando a ação que confirmaria a nossa força de realização. Chegou a hora da ‘explosão’, o momento que o CICLO se apresenta para a Cidade e seus habitantes, sempre com ações artísticas permeadas pelo nosso compromisso sociocultural e lado a lado com os grupos que justificam nossa própria história e a de Londrina”, comentam Maria Fernanda Coelho e Patricia Braga Alves, da Palipalan Arte e Cultura. O público londrinense poderá assistir os coletivos de artistas e suas mais diversas linguagens e tendências,  tomarem de assalto o Centro da Cidade por meio de intervenções onde poderão participar direta ou indireta dos eventos. “A ação se caracteriza por ocupar espaços públicos interferindo e absorvendo a arquitetura da cidade. Dessa forma colocamos a cidade no CICLO e vice-versa”, completam as idealizadoras do Festival.

O momento que o CICLO apresenta à Cidade é chamado de Curto-Circuito pela organização. Alguns dicionários definem o termo como um ‘fenômeno produzido pelo contato acidental de dois condutores a tensões diferentes, com produção de corrente de intensidade muito elevada’ e é essa a intenção da Palipalan Arte e Cultura, mas não de forma acidental: “O contato entre duas tensões se dará no fazer artístico por meio de projetos de diversas linguagens, seja por meio de ações continuadas ou eventuais”, afirmam Coelho e Braga. Inaugurando o Curto-Circuito o CICLO realiza o projeto “Espírito do Tempo”. O Teatro Potlach (Itália) dirigido por Pino Di Buduo, em colaboração com o Teatr Brama (Polônia) dirigido por Daniel Jacewicz, criará especialmente para o CICLO um projeto de site specific com canções, ações e sons arcaicos ligados aos arquétipos do comum e do diferente em nossas culturas. Já foi aberta uma convocatória para artistas de Londrina que manifestaram interesse em participar do processo que funciona como um dinâmico workshop de compartilhamento de técnicas vocais e corporais. O Curto-Circuito é a ponta de lança de um projeto mais robusto, batizado de Gran Bazar, a ser realizado em 2023.

Janaína Ávila/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.