Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dirigido por Rodrigo Grota, longa promove um mergulho no inconsciente do músico Arrigo Barnabé

O longa-metragem O Homem Crocodilo irá estrear no dia 17 de junho no Cinesesc, em São Paulo, dentro do 16º In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical. Produzido pela Kinopus, o filme é um dos seis longas que integram a Competição Nacional do festival, que será realizado de 12 a 23 de junho.

Com roteiro, direção e montagem de Rodrigo Grota, o filme investiga o inconsciente e o universo estético do compositor londrinense Arrigo Barnabé, autor de álbuns clássicos como Clara Crocodilo, além de trilhas sonoras para cinema, teatro, e composições eruditas em variados formatos. O Homem Crocodilo recria o universo musical e afetivo de Arrigo a partir de cenas ficcionais em que ele atua, mescladas a material de arquivo, animações e interações inéditas com o músico.

 “A nossa ideia era propor uma linguagem em sintonia com a estética do Arrigo, algo fragmentado, sem começo nem fim, com uma estrutura um tanto estranha, que expressasse um sentimento de simultaneidade. Dessa forma, o filme é composto por uma série de aproximações com estilos diferentes, o que inclui trechos mais contemplativos, oníricos, e outros mais documentais, sensoriais”, explica o diretor Rodrigo Grota, que teve a ideia de realizar esse filme há 20 anos, quando Arrigo compôs a trilha para o seu primeiro curta.

Além das exibições presenciais no Cinesesc, na Cinemateca e no Cine Olido, o In-Edit Brasil irá contar com uma versão on-line nas plataformas Itaú Cultural Play, Sesc Digital e Spcine Play. “Estamos muito felizes com essa seleção, pois é um festival que tem tudo a ver com o espírito do filme. Temos mais de 30 músicas do Arrigo em O Homem Crocodilo, celebrando sua criatividade e 50 anos de trajetória”, salienta o produtor executivo Guilherme Peraro.

O Homem Crocodilo é o sexto longa produzido pela Kinopus, produtora sediada em Londrina e que ao longo de 20 anos produziu cinco séries de TV e nove longas. Com Ariela Pauli, Maíra Kodama e Stella Rea no elenco, o filme conta com direção de fotografia de Anderson Craveiro, animações de Guilherme Gerais, pesquisa de Roberta Takamatsu e mixagem de Felipe Andrade, entre outros. O patrocínio é do Governo do Paraná/Ancine/FSA/BRDE.

O filme também inclui imagens inéditas oriundas de produções anteriores realizadas pela produtora Kinopus com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Além disso, foram utilizados na produção da obra equipamentos disponibilizados pela Prefeitura, através do Núcleo de Produção Digital de Londrina (NPD).

NCPML/com assessoria de imprensa do filme “O Homem Crocodilo”

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.