Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com clipe oficial, o lançamento da nova versão será no Domingo de Páscoa, que marca um tempo de festa para os cristãos

Um hino da música católica que durante décadas embalou “Rebanhões” (retiros de Carnaval), encontros de jovens, de músicos, inclusive nasceu em um desses, em Umuarama (PR). “Eis que faço novas todas as coisas”,  gravada no ano de 1992, chega às plataformas digitais com uma nova roupagem e um clipe especial. A canção tem tudo a ver com o tempo da Páscoa, quando os cristãos celebram a vida nova que Jesus Cristo conquistou pela sua Paixão, Morte e Ressurreição.

Na voz inconfundível de seu compositor, Eugênio Jorge, da Missão Mensagem Brasil, o arranjo da música, assinado pelo missionário da Comunidade Canção Nova, Cristian Lopes,  ganhou uma atualização. Ele explica: “Nesta versão, o arranjo une o clássico e o moderno, através da sonoridade sinfônica de metais e cordas combinados harmoniosamente com guitarras, além da banda completa e um coro de vozes vibrante”.

Para Cristian, diante das possibilidades a serem exploradas nesse processo de criação, “o maior desafio foi transmitir a alegria que a espiritualidade da canção pede, ecoar o louvor pela ressurreição de Cristo".

O cantor Eugênio Jorge, que foi amigo do fundador da Comunidade Canção Nova, padre Jonas Abib (in memorian), falou no making off da gravação sobre os novos sonhos, as novas realidades do cristão a partir da ressurreição de Jesus: “A letra da música traz exatamente essa mensagem de fé e esperança no Cristo que faz novas todas as coisas. Ele não está mais no sepulcro, Ele escolheu morar em nossos corações”.

A nova versão da música “Eis que faço novas todas as coisas” estará disponível a partir deste Domingo de Páscoa, 31 de março de 2024, nas plataformas digitais e o clipe poderá ser conferido no canal @MusicaCancaoNova, no Youtube.

Asimp/Canção Nova

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.