Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Celebrando 50 anos de existência em 2022, o CORO UEL é mais uma grande atração nas celebrações pelos 75 anos de emancipação política de Ibiporã, comemorados no dia 8 de novembro. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SMCT).

A apresentação, gratuita, será no próximo domingo (13), às 20 horas, no Cine Teatro Padre José Zanelli. O CORO UEL apresentará um repertório eclético, mesclando peças eruditas, sacras e internacionais, especialmente latino-americanas, mas com especial destaque para a música popular brasileira.

Regido pelo maestro Denis Pereira do Amaral Camargo, o grupo conta hoje com aproximadamente 60 cantores, e é formado por pessoas ligadas à Universidade, professores, estudantes e também da comunidade, de diferentes idades e profissões, todos se identificando pelo amor à música, o prazer de cantar em conjunto e com o mesmo objetivo de somar conhecimentos, aprimorar a voz e enriquecer o espírito.

Jubileu de Ouro

A trajetória do Coro UEL começou em 1972, quando, por solicitação do reitor Ascêncio Garcia Lopes, Semíramis Lück foi convidada a formar um grupo coral envolvendo a comunidade universitária. Sua sucessora foi Marília Brandão.

Em 1976 assume a regência do grupo o professor Othonio Benvenuto, que impôs uma nova estrutura ao coral, aumentando consideravelmente o número de cantores. A partir daí o Coro começou a se destacar no cenário musical nacional. Em 1978 gravou o primeiro disco e se classificou em 2º lugar no 6º Concurso de Corais do Rio de Janeiro, realizado na Sala Cecília Meirelles, promovido pelo Jornal do Brasil, tendo sido o mais importante concurso de coros do país. Em 1980, obteve o 1º lugar no mesmo concurso e lançou seu segundo disco.

O Coro chegou a contar com mais de 100 vozes. Nos anos que se seguiram marcou presença em eventos em Curitiba, no interior, e em outros Estados. Em 1978, se apresentou na Argentina, nas cidades de Buenos Aires, Necochea, Concepción del Uruguay e Mar del Plata.

Em julho de 2003, assumiu a regência do Coro UEL o professor Vilson Gavaldão de Oliveira, grande destaque do cenário coral brasileiro. A sua proposta foi implementar o Movimento Coral UEL, Coro Infantil, Coro Juvenil, Oficina Coral, Coro HU em Canto, Coro Tempos Dourados, Coro do Campus, Musicalização Infantil, Oficina de Música Jovem, Madrigal da UEL e Grupo Feminino da UEL. Em 10 de outubro de 2003, através da Câmara Municipal de Vereadores, o Coro UEL recebeu a Comenda Ouro Verde, pelos 30 anos de serviço prestados à comunidade londrinense.

Em Ibiporã, o CORO UEL fez apresentações marcantes ao longo dos anos, tais como na solenidade de inauguração do Cine Teatro Padre José Zanelli, juntamente com a OSUEL, no dia 13 de agosto de 1988; e a ópera “O Mikado” em setembro de 2013, que contou com nove solistas e coral com 45 integrantes do Coro UEL.

O Coro UEL, ao longo de cinquenta anos, prossegue marcando presença em festivais no Paraná e em outros estados, em concertos importantes, sempre com carinhosa acolhida. O Coro UEL também tem se apresentado juntamente com a Orquestra Sinfônica da UEL (OSUEL) em festas de formatura, Festivais de Música e outros destacados eventos.

Divulgação/SMCT/PMI

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.