Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A legislação disponibiliza R$ 3,8 bilhões para o setor cultural, com R$ 2 bilhões disponíveis para projetos estaduais e R$ 1,8 bilhão para ações municipais

Dos 399 municípios paranaenses, 396 apresentaram seus Planos de Ação para garantir recursos de incentivo à cultura através da Lei Paulo Gustavo, na plataforma Transferegov, do Governo Federal. A Lei Complementar nº 195/2022 disponibiliza R$ 3,8 bilhões para o setor cultural, com R$ 2 bilhões disponíveis para projetos estaduais e R$ 1,8 bilhão para projetos municipais. No Brasil, a adesão também foi grande. A Lei recebeu propostas de projetos culturais de todas as 27 unidades federativas, chegando a quase totalidade dos 5.570 municípios.

O Sebrae Nacional realizou 73 atividades gratuitas em todo o Brasil para discutir a Lei Paulo Gustavo. Esses eventos, que incluíram palestras e workshops, abordaram temas como a definição da Lei, seus desafios de implementação, seu potencial de impacto e exemplos de iniciativas que poderiam ser incentivadas. Além disso, ocorreram sessões de mentoria nos dias 28 de junho, 3 e 5 de julho para auxiliar na inserção de propostas e adequação aos critérios do projeto. Até o mês passado, foram realizadas 37 palestras on-line para cada unidade da Federação e 36 workshops, ambos com duração de duas horas.

O teatro, uma das linguagens culturais atendidas pela LPG. Na foto, o  Teatro São João, na Lapa - Foto: Acervo Sebrae - Mauro Frasson

No Paraná, em abril, foi realizada uma live de sensibilização. A transmissão, que está disponível no Youtube, conta com mais de mil visualizações. A ação foi promovida pelo Sebrae/PR em parceria com o Sindicato das Indústrias do Audiovisual do Paraná (Siapar), Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Sistema Fiep) e a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), contando ainda com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (Seec).

No dia 30 de junho, uma segunda palestra foi realizada para o público paranaense, focada em como elaborar e submeter um plano de trabalho para avaliação do Governo Federal sobre a Lei Paulo Gustavo.

Para a coordenadora de Turismo, Economia Criativa e Artesanato do Sebrae/PR, Patricia Albanez, a ação reafirma o compromisso do Sebrae em fortalecer o setor cultural no Brasil e no Paraná. Patrícia destacou a importância da descentralização de recursos e da democratização do acesso à cultura.

 “Essa iniciativa impacta diretamente na economia do Paraná e na exposição da imagem do nosso Estado na indústria do audiovisual”, completou.

Segundo Patricia, a Lei Paulo Gustavo representa um marco para a cultura brasileira, e o Sebrae/PR tem trabalhado pela implementação desta política inovadora.

“O Paraná ocupa uma boa posição no ranking nacional na produção de audiovisual. A boa aplicação e a capilaridade que a Lei Paulo Gustavo trouxe devem elevar e qualificar ainda mais esta indústria”, acrescentou.

Para o presidente da AMP e prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos, é fundamental incentivar a cultura e os pequenos negócios audiovisuais nos municípios do Estado.

“É essencial para retomar as atividades culturais que, por conta da pandemia de Covid-19, haviam sido suspensas ou foram prejudicadas. O setor merece e precisa desse apoio, que também será crucial para incentivar os nossos municípios”, enfatizou.

Edimar Santos, presidente da Associação dos Municípios do Paraná (Foto: Comunicação AMP)

A secretária de Cultura de Guarapuava, Rita Felchak, participou de uma das capacitações oferecidas pelo Sebrae/PR. Segundo ela, as informações repassadas durante o evento foram fundamentais para compreender melhor as múltiplas possibilidades ofertadas pela Lei.

“Tínhamos algumas dúvidas sobre elaboração de editais da Lei Paulo Gustavo para o audiovisual. Através do encontro que o Sebrae proporcionou, pudemos entender mais sobre as possibilidades que a legislação oferece”, explicou Rita.

Feira do Empreendedor 2023

Promovida pelo Sebrae/PR, de 14 a 17 de setembro, em Curitiba, a Feira do Empreendedor será gratuita e voltada para quem deseja empreender, possui um negócio ou está em busca de networking e informações sobre o mercado, com orientações e consultorias de especialistas. O evento terá expositores de segmentos como franquias, máquinas e equipamentos, serviços e soluções digitais. A Feira apresentará lojas conceito de moda, cafeteria, petshop e salão de beleza, palestras, rodadas de negócios, além de espaços de experiência e games, com foco em negócios e empreendedorismo. Mais informações e inscrições pelo site www.sebraepr.com.br/feiradoempreendedor.

Sebrae Paraná/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.