Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Podem participar todas as pessoas interessadas, porém, terão prioridade mulheres, pessoas não binárias, comunidade LGBTQIAPN+ e pessoas não brancas

Neste domingo (17), das 15h às 18h, será realizada a Oficina de Produção Musical da Vila Cultural Alma Brasil. A atividade abordará algumas noções básicas de edição de áudio, incluindo como gravar e produzir samples, e como criar sequências midi para construir melodias e baixos de beats. As ações serão conduzidas na sede da Vila Cultural Alma Brasil, localizada na Rua Argentina, 693, Centro.

Podem participar todas as pessoas interessadas, porém, terão prioridade mulheres, pessoas não binárias, comunidade LGBTQIAPN+ e pessoas não brancas. Para se inscrever, basta preencher o formulário de inscrição (clique aqui), ou entrar em contato pelo telefone (43) 99906-2219.

As inscrições serão realizadas mediante o pagamento de uma taxa de R$ 38. A oficina faz parte do Festival Brava, que promoverá diversas atividades culturais em Londrina até o dia 26 de março (confira a agenda abaixo). E a Vila Cultural Alma Brasil conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

O objetivo da ação é atrair pessoas interessadas em adentrar o universo da produção musical eletrônica. A mediadora será a artista paraibana Luana Flores, que apresentará o software Ableton Live, que funciona como um estúdio digital de edição de áudio.

Flores explica que essa oficina é voltada para quem deseja produzir música e trabalhar com sons, contemplando tanto quem está iniciando como quem já tem experiência, mas gostaria de se aperfeiçoar. “Além disso, vamos levar alguns instrumentos de gravação para que possamos experimentar e aprimorar as possibilidades sonoras para aqueles que estão interessados em algo do gênero musical”, salientou.

De acordo com a artista musical Carolinaa Sanches, a iniciativa pretende incentivar a diversidade e a produção independente, além de proporcionar espaços de aperfeiçoamento em áreas técnicas da música, estimulando a formação de novos agentes culturais na cidade. “É uma forma de destacar e valorizar artistas não brancos, artistas de periferia, a comunidade LGBTQIAPN+, além de grupos sociais historicamente marginalizados e que, na maioria das vezes, não ocupam espaços de destaques ou fazem parte da programação dos festivais”, frisou.

Programação do Festival Brava:

Sábado – 16/03, às 19h, no Coletivo Espaço Nave – de R$ 15 até R$ 25

Show Nordeste Futurista e discotecagem com DJ Luciana Telles

Domingo – 17/03, às 15h na Vila Cultural Alma Brasil – R$ 35

Oficina de Produção Musical com Luana Flores

Sábado – 23/03, às 16h na Livraria Olga – gratuito

Relançamento do livro Molhados & Escorregadios e show Curva de Rio de Carolinaa Sanches

Terça – 26/03, às 19h no Coletivo Espaço Nave – couvert R$ 10

Noite gastronômica com Kurupira Cozinha Criativa e Chicas Calientes

Combos com lanches e couvert podem ser adquiridos pelo Instagram @festivalbrava

Daiane Dutra/NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.