Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

‘Estudo nº 1: Morte e Vida’, do Grupo Magiluth, abre neste sábado (17) a programação, abordando movimentos migratórios

Prestes a comemorar 20 anos de trajetória, o grupo pernambucano Magiluth abre a temporada do Festival Internacional de Londrina – FILO 2023 neste sábado (17) com o espetáculo “Estudo nº 1: Morte e Vida”. A peça será apresentada às 20h30, no Teatro Ouro Verde, com reapresentação no domingo, no mesmo horário.

Os ingressos estão à venda pelo site www.filo.art.br e pela plataforma www.sympla.com.br/produtor/filo e custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). No domingo, às 14h, parte do elenco participa de um bate-papo com o público no Sesc Londrina Cadeião (R. Sergipe, 52), como parte das atividades formativas do festival. Entrada gratuita.

O Magiluth sobe ao palco com os atores Bruno Parmera, Erivaldo Oliveira, Giordano Castro, Lucas Torres e Mário Sergio Cabral, dirigidos por Luiz Fernando Marques.

A partir de uma pesquisa da obra “Morte e Vida Severina” (1954/55), do escritor e poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto, o grupo volta seus olhos para a literatura brasileira em sua 11ª montagem. Com a proposta de fazer um estudo cênico sobre a trajetória dos migrantes nordestinos que deixam o sertão do Nordeste e seguem o rio a caminho de melhores condições de vida e trabalho, a montagem aproxima-se de uma “peça palestra”.

Tendo como referência a clássica obra, o espetáculo do Magiluth aborda uma série de estudos acerca de construções, formações e interações sociopolíticas no Brasil e no mundo ao longo dos séculos 20 e 21.

Nesse contexto, a dramaturgia destaca algumas urgências sobressaltadas nos últimos anos pela busca da sobrevivência, como a questão da migração por melhores condições de vida e da relação desses indivíduos com a terra, o trabalho, a morte e o poder político. Também aborda as questões climáticas, da seca e para além dela, e como isso tem afetado a vida em várias partes do mundo.

Inevitavelmente perpassada pela política, a temática da peça ainda envolve o empobrecimento da população, a falta de cuidados básicos, a precarização do trabalho, a uberização e a ideia que a competição e a flexibilização têm provocado mais desemprego e pauperização.

Diariamente, centenas de pessoas participam de movimentos migratórios forçados por adversidades, somando-se a muitos “Severinos”, em âmbito local, regional, nacional e mesmo mundial, que lutam diariamente pela sobrevivência mesmo que a travessia seja árdua, inclusive entre fronteiras.

Duração: 100 minutos. Classificação etária: 14 anos.

Haverá diversão garantida para toda a família com a apresentação do espetáculo “Itan e Tal”, que o Grupo Baquetá, de Curitiba (PR), traz neste domingo (18), no Espaço Villa Rica, em dois horários: 16h e 19h. Os ingressos estão à venda na plataforma www.sympla.com.br/produtor/filo e custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada).

A montagem mostra a história de Nati, uma menina pretinha que canta e adora brincar. Ao inventar o jogo chamado mundo divertido das palavras, ela descobre que seu nome ao contrário é Itan. A partir daí ela inicia uma profunda jornada em busca do significado desta palavra, encontrando a sua história afro-indígena, convidando todos nós a percorrer junto com ela uma interessante viagem ao passado e ao futuro.

No elenco, os atores André Daniel, Kamylla dos Santos e Maycon Souza.

Classificação etária: Livre. Duração: 60 minutos. 

Na segunda-feira (19), às 11h30, os londrinenses da Cia Nua apresentam o espetáculo de dança “Como Dançar Junto”, no Calçadão de Londrina, em frente ao Cine Teatro Ouro Verde. Os artistas em cena buscam expressar por meio de seus corpos, ritmos e sentimentos, uma “dança tempo presente” que dialoga com a história de cada artista, com suas lembranças e sentimentos do passado e lança um olhar de desejo e curiosidade para o futuro. A performance, que tem entrada gratuita, também será realizada na terça-feira (20), no Zerão, às 19h.

Classificação etária: 12 anos. Duração: 60 minutos.

N.Com, com informações da assessoria do FILO

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.