Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Escritor ministra conferência sobre dramaturgia contemporânea e lança “OVO”, que trata da morte e outras perdas a partir de mitos trágicos. Evento retoma o projeto Café com quê? do Sesc Cadeião Cultural

Em determinado momento do livro “OVO”, o personagem Édipo, ainda atônito ao saber da morte da mãe, chega a uma melancólica conclusão: “As coisas sobrevivem a nós”. Sua irmã Electra, que viaja léguas para lhe dar a notícia, diz: “E, ainda assim, somos órfãos. Profundamente órfãos. Pra sempre, órfãos”. A condição de desamparo, a passagem do tempo e o desaparecimento de quem se ama são temas que atravessam a obra que o dramaturgo Renato Forin Jr. traz a público neste sábado (24), às 16 horas, no Sesc Cadeião Cultural (Rua Sergipe, 52), abrindo o ciclo 2024 do projeto Café com quê? O evento contará com palestra do autor sobre dramaturgia contemporânea, um de seus temas de pesquisa, e com leitura dramática de trechos com a participação da atriz Danieli Pereira. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre. Na ocasião do lançamento, o livro será vendido pelo valor promocional de R$ 25.

O texto de “OVO” foi vencedor dos Prêmios Literários da Fundação Cultural do Pará, um dos mais tradicionais do país, teve lançamento em Belém em 2022 e, desde então, foi distribuído naquele Estado com o selo da FCP. Neste fim de semana, o público de Londrina vai conhecer a versão literária desta obra que, no palco, realizou mais de trinta apresentações na cidade e em festivais internacionais como Cena Contemporânea (Brasília), Filte (Bahia) e Porto Alegre em Cena. A edição traz prefácio assinado pela psicanalista Fernanda Borges e posfácio da Profª Dra. Sonia Pascolati, pesquisadora em teoria do drama.

 “OVO é uma dramaturgia que escrevi afetado pela perda de uma pessoa muito próxima e que, de certa forma, contribuiu para que eu elaborasse o vazio do luto. Foi um trabalho longo e que reescrevi algumas vezes, sempre preocupado em universalizar as dores pessoais - daí aparecerem os arquétipos dos mitos trágicos. No fundo, nossos dilemas essenciais ainda são os mesmos de 2.500 anos”, explica o autor. Na trama, Electra parte do sítio onde vive com a mãe para dar ao irmão, na cidade, a notícia que ele mais teme. O texto se faz, então, da prorrogação e dilatação deste instante decisivo, por meio de lembranças e pressentimentos desta família que carrega dores antigas. Os amores e ressentimentos da infância vêm à tona em um embate entre os dois heróis, atualizados com uma humanidade cotidiana.

 “Ainda que tenha camadas subjacentes ligadas à mitopoética grega, é uma história familiar prosaica, o que gera identificação nos leitores. Presenciamos isso nas apresentações, quando pudemos ouvir sobre muitas narrativas de vida dos espectadores, próximas ao que estava sendo simbolizado ali” conta Forin, que reconhece também a inspiração de elementos da psicanálise. Em termos formais, “OVO” traz uma série de características que o alinham à dramaturgia contemporânea e que serão objeto de reflexão na palestra do sábado, como a fragmentação, o metateatro, a performatividade, a polifonia, a rapsódia, o intertexto, dentre outros.

Première na França – Renato integra o rol de autores brasileiros selecionados pelo projeto “Nova dramaturgia francesa e brasileira” – promovido pelo Núcleo dos Festivais Internacionais de Artes Cênicas do Brasil, La Comédie de Saint-Étienne, Instituto Francês e Embaixada da França no Brasil – para um intercâmbio de textos dramáticos. Por meio dele, o escritor de Londrina traduziu e dirigiu “Homens que caem” (Ed. Cobogó, 2019), peça da francesa Marion Aubert, autora convidada da última Festa Literária Internacional de Parati, a Flip. Aubert, por sua vez, coordenou a tradução de “OVO” na França.

A obra seria lançada naquele país em 2020, mas os planos foram interrompidos pela pandemia. O lançamento em quatro cidades francesas, com leituras dramáticas protagonizadas por atores de lá, acontecerá em breve, tão logo se firmem novamente os acordos logísticos.

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.