Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O “Terra da Padroeira” deste domingo (30/4), às 9h, será dedicado ao Dia do Sertanejo, comemorado no dia 3 de maio. Além de relembrar momentos especiais de seus 17 anos no ar, o programa também receberá convidados desse importante universo da cultura musical do Brasil. 

Comandado por Kleber Oliveira e animado por Tonho Prado e Menino da Porteira, o palco da TV Aparecida vai abrir o “Baú do Terra da Padroeira” para mostrar alguns artistas que fazem parte da história da música sertaneja e que já passaram pelo palco do programa.

E para se apresentar no palco, ao vivo, a produção convidou Marcelo Costa, apresentador, cantor e compositor mineiro. No início da carreira, o artista e seu irmão, Mauro, formaram a dupla sertaneja Estrela do Brasil. Em solo e novo estilo musical, Marcelo lançou seu primeiro disco em 1962, com o bolero “Hei de Ser a Esperança em sua Vida”, uma declamação do radialista Sérgio Galvão. Já como apresentador ele estreou um programa de TV ao lado de Nalva Aguiar, o “Brasil Rural”. E, em 1984, estreou como apresentador oficial do Especial Sertanejo, que consagrou sua carreira.

Mogiano e Mogianinho também estarão no programa. A trajetória dessa dupla começou em 1957, por incentivo da família e amigos, com a dupla "Irmãos Moreno" (José dos Santos Moreno e João Cleto). Como eram naturais de Mogi-Mirim (SP), adotaram o nome artístico de "Mogiano e Mogianinho". Eles passaram por alguns programas de rádio, TV, atuaram em filmes e viajaram por uma temporada com seus ídolos, Tonico e Tinoco. Ao longo da carreira, gravaram 10 discos, e ainda, lançaram um CD em "Tributo a Tonico e Tinoco". São sucessos da dupla: “Dois Morenos”, “A caminho do sucesso” e “Minha Terra”.

Marcelo Viola e Ricardo é outra participação do “Terra da Padroeira”. Marcelo Mello do Nascimento é músico, autor, compositor e produtor, e dedicou-se ao estudo da viola e aos 17 anos gravou, com o pai, o primeiro disco: “Uma Viola que Fala”. Como músico e produtor, ele trabalhou nos estúdios de gravação ao lado de grandes nomes, tais como Zezé di Camargo e Luciano, As Marcianas, Rick e Renner, Hugo e Thiago, entre outros. Atualmente, além de formar dupla com o amigo Ricardo, Marcelo continua sua atividade como músico e produtor. Ricardo gravou com outros parceiros, até conhecer Marcelo em 2003. Depois, formaram a dupla Marcelo Viola e Ricardo. São sucessos dos artistas ”Minha Música, Minha Raiz”, “Amor ou Paixão” e “Nossa Canção de Amor”.

Vera Jardim/Asimp

#JornalUnião

Kleber, Tonho e Menino da Porteira: Juan Ribeiro/TV Aparecida

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.