Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Entre obras de ampliação, reforma e manutenção, a Secretaria Municipal de Educação está investindo cerca de R$23 milhões

Com quase 46 mil estudantes prestes a retornar para as aulas, além de milhares de professores e demais profissionais, a Secretaria Municipal de Educação (SME) está cuidando dos prédios das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 5 de fevereiro. E para que todas as unidades escolares estejam em ótimas condições para receber seus alunos, a Prefeitura está investindo cerca de R$23 milhões em ampliações e serviços de manutenção.

Entre os vários serviços que estão sendo executados nas escolas municipais e CMEIs, estão a capina e roçagem do mato. Esse trabalho, realizado desde o início de janeiro, segue um cronograma que foi definido pela SME em parceria com a empresa contratada pelo Município. Até esta terça-feira (30), 90% das 121 unidades escolares, tanto da área urbana como distritos rurais, já receberam esse trabalho. As demais serão atendidas ainda nesta semana.

Em algumas unidades, estão em andamento as obras de ampliação. É o caso da E.M. Machado de Assis, onde estão sendo construídas mais quatro salas de aula. As ampliações de sala de aula também ocorrem nas escolas Professora Maria Tereza Meleiro Amâncio e Ignez Corso Andreazza.

A E.M. Suely Ideriha está passando por obras de reformas, mais a ampliação de salas. Na E.M. Sônia Parreira Debei, as obras são de reforma, construção de quadra esportiva, adequação de cozinha e demais espaços. E na América Sabino Coimbra, a ampliação atual abrange a cozinha e o refeitório.

Outra unidade que está sendo revitalizada é a Escola Municipal Carlos Kraemer, com construção de uma nova área de serviço, cozinha e refeitório, área de embarque e desembarque, mais pintura e serviços pontuais de manutenção.

E seis unidades escolares receberam nova pintura, da área interna ou externa. O trabalho já está prestes a ser concluído na Escola Municipal Arthur Thomas e nos CMEIs Vilma Eliza Colombo Ribeiro e Vanderlaine Aparecida Rodrigues Ribeiro. A pintura também segue em andamento nos CMEIS Laura Vergínea de Carvalho Ribeiro e Marisa Arruda dos Santos.

A manutenção do piso está sendo feita com polimento nas escolas municipais Claudia Rizzi e Roberto Alves Lima Júnior, esta última com pintura do pátio, mais os CMEIs Clemilde de Martini Lopes dos Santos, Yolanda Salgado Vieira Lima, e Professora Rosangela de Oliveira Romano.

Na Escola Municipal Anita Garibaldi, além do polimento as equipes estão terminando o acesso da entrada da unidade; e na Atanázio Leonel a manutenção inclui polimento do anexo e granitina na escola. Já na E.M. Irene Aparecida da Silva, há instalação do rodapé mais a adequação do banheiro PcD. Um estacionamento está sendo implementado nessa unidade, e este ficará disponível também para a comunidade escolar do CMEI Helena Ometto Torres.

As atividades em execução nos prédios de escolas municipais e CMEIs incluem ainda manutenção de sistemas elétricos e hidráulicos, consertos ou substituição de forros e telhados, entre outros.

Novas unidades 

Além da manutenção dos prédios existentes, a Prefeitura de Londrina está erguendo três novas unidades escolares em Londrina, com investimentos de aproximadamente R$20 milhões.

No Assentamento Eli Vive, no distrito de Lerroville, está sendo construída a Escola Municipal do Campo Trabalho e Saber, com capacidade para atender até 445 alunos. Essa obra iniciou em agosto de 2023 e a previsão de conclusão é para junho deste ano. Com uma área total de 2.033.55 m², a Escola Municipal do Campo terá salas de aula, biblioteca, sanitários feminino e masculino, quadra coberta, sala de recursos, cozinha, refeitório, despensa e outros espaços. O valor aplicado nessa unidade é de R$ 7.655.695,43.

E nas últimas semanas, começaram as obras de dois Centros de Educação Infantil (CEI), nas regiões norte e sul. Um ficará no Residencial Moradas de Portugal, para atender até 60 crianças com idades entre zero e três anos. A entrega deve ocorrer até o final do mês de agosto, mediante investimentos na ordem de R$ 4.599.400,00.

Para atender os moradores da zona sul, o novo CEI ficará na Gleba Palhano, com capacidade de até 176 alunos, também de zero a três anos. Esse prédio está sendo construído como contrapartida de uma construtora e deve ser concluído até dezembro de 2024.

Ano Letivo

Após alguns encontros de formações para gestores, coordenadores e outros profissionais da SME, realizadas no decorrer das últimas semanas, os professores e equipes pedagógicas retornam às escolas e CMEIs nesta quinta-feira, dia 1° de fevereiro, para as práticas pedagógicas. E as aulas para todos os alunos da rede municipal iniciam na semana seguinte, na segunda-feira (5).

A partir dessa data, as escolas e CMEIs farão a distribuição dos uniformes, contendo camiseta de manga curta e shorts, kits de material escolar e mochila, adquiridos pela Prefeitura e destinados a todos os estudantes. Todos esses itens já estão sendo direcionados às unidades escolares, pela própria SME ou fornecedores, para que a entrega aos pais e responsáveis inicie na segunda-feira (5).

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.