Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Representando a Seleção Brasileira de Conjuntos nas categorias Pré Infantil e Juvenil, a ADR Unopar Super Muffato competiu no torneio em Assunção, Paraguai

Com sete ouros na bagagem, a equipe ADR Unopar Super Muffato de ginástica rítmica desembarcou ontem (4) em Londrina após uma participação vitoriosa no Campeonato Sul-Americano de Ginástica Rítmica. Realizado na capital paraguaia Assunção, entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro, o torneio reuniu mais de 300 atletas de 10 países – Brasil, Argentina, Aruba, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Venezuela.

Integrando a delegação brasileira, as ginastas da ADR Unopar Super Muffato representaram o Brasil nas categorias Pré Infantil, com meninas de 9 e 10 anos, e Juvenil, na faixa etária de 14 e 15 anos, na modalidade de conjuntos. As duas equipes foram vitoriosas e conquistaram medalhas de ouro em diferentes provas. Conduzindo as atletas, estavam as treinadoras Débora Falda e Haniely Leão.

A comitiva Pré Infantil subiu ao lugar mais alto do pódio três vezes, conquistando o ouro na prova geral, mãos livres e na final. No grupo, estavam as ginastas Sophie Ferracioli, Luiza Echs, Beatriz Treviso, Lívia Martinelli, Thalia Natalino e Larissa Moraes.

E a equipe Juvenil obteve outras quatro medalhas, todas de ouro, nas provas de corda, bola, geral e pelo acúmulo geral de pontos. Nesta categoria, competiram as ginastas Giovana Parra, Gabriela Rigon, Luiza Ocampos, Yumi Moriyama, Nicole Galdino e Maria Clara Semcovici.

Esta foi a última competição de 2023 para as ginastas da ADR Unopar Super Muffato e, para a coordenadora da equipe, Luciane Oliveira, o fechamento do ano não poderia ser melhor. “No Juvenil de Conjuntos o Brasil era favorito, mas na hora da competição são 2 minutos e 30 segundos em que tudo pode acontecer. E elas foram muito bem em quadra, fizeram o que tinha que fazer e finalizaram o ano com chave de ouro. Já na categoria Pré Infantil não sabíamos o que esperar, por ser a primeira da competição, e também fomos muito bem. As meninas atingiram uma diferença grande na pontuação e chegaram às finais em primeiro lugar, como favoritas, e finalizaram também com grande diferença para o segundo lugar. Voltamos muito felizes”, comentou.

Oliveira lembrou que a competição internacional emendou com o Campeonato Brasileiro de Conjuntos, que foi disputado em Curitiba no fim de semana anterior, o que poderia atrapalhar os resultados dado o desgaste das atletas. “Acabamos de sair do Brasileiro, onde tivemos muitos resultados bons, e de Curitiba as meninas foram direto para Assunção. Ficamos receosas de as meninas estarem muito cansadas, ter uma competição atrás da outra não é fácil. Mas elas deram conta do recado”, comemorou.

A coordenadora da ADR Unopar Super Muffato também fez uma breve retrospectiva sobre as dificuldades que a equipe enfrentou no início do ano, e apontou os resultados recentes como prova de superação por parte das ginastas. “Essas medalhas são resultado de um longo trabalho. Não foi um ano fácil, começamos perdendo patrocínio e logo em seguida veio o Super Muffato nos patrocinar. Conquistamos a vaga para representar o Brasil no Sul-Americano, vencemos a seletiva no meio do ano, mas sabíamos que os recursos não seriam suficientes. As famílias fizeram rifas para arrecadar os valores, e a professora Elizabeth Laffranchi custeou a quantia restante. Então embarcamos já pensando em ter bons resultados, como agradecimento a todos os nossos apoiadores, e foi muito bom ter todos esses ouros”, concluiu.

A ADR Unopar Super Muffato conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe) da Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

Festival 

E quem quiser conferir de perto o talento e a performance das ginastas, pode comparecer no dia 16 de dezembro no Festival de Ginástica Rítmica Unopar. Devem participar as 290 atletas da equipe, com apresentações a partir das 9h30 na quadra da Anhanguera Unopar Campus Piza.

O evento é aberto a toda comunidade, e o ingresso solicitado é de um quilo de alimento não perecível ou produto de limpeza.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.