Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Equipe londrinense faturou seu décimo título estadual, sendo o sexto consecutivo, após uma campanha com 100% de aproveitamento

De forma invicta, embalado com uma sequência de goleadas na reta final da competição, o Londrina Futsal conquistou pela sexta vez consecutiva o título do Campeonato Paranaense Feminino Sub-20. Com mais um troféu na estante, o Tubarão se tornou decacampeão estadual da categoria, triunfo alcançado nos anos de 2004, 2006, 2008, 2009, 2017, 2018, 2019, 2021, 2022 e 2023. E o décimo título veio em uma ocasião especial, na noite de ontem, 10 de dezembro, aniversário de 89 anos de Londrina, com a equipe batendo o time da casa, o Chopinzinho, pelo placar de 5 a 1, no Ginásio Deonisto Debona.

Em um primeiro tempo bastante equilibrado, o Londrina saiu na frente com Dany fazendo o primeiro gol. Porém, ainda na primeira etapa, as adversárias empataram a partida e o jogo foi para o intervalo. Já no segundo período a equipe londrinense demorou um pouco para encontrar os espaços e encaixar as jogadas, mas conseguiu marcar pela segunda vez, novamente com Dany. Aproveitando brechas do Chopinzinho, que passou a atuar com goleira-linha, o Alviceleste fez 3 a 1, com Dany anotando a tripleta na final. Administrando o placar, Bia e Tamy fecharam o marcador em 5 a 1 e a festa estava garantida.

Antes da finalíssima do Paranaense Sub-20, o Londrina Futsal havia vencido, no sábado (9), o Pato Branco por 6 a 1 pela semifinal, no mesmo ginásio que sediou a etapa final do campeonato. Por sua vez, o anfitrião Chopinzinho venceu o Stein Cascavel para chegar à decisão.

Celebrando a décima conquista estadual e a hegemonia na categoria Sub-20, a treinadora Jayne Borim destacou o empenho e a dedicação de todo o grupo do Londrina Futsal. “Fechar a temporada com um título coroa o trabalho que realizamos em um ano repleto de competições difíceis, com uma carga intensa de jogos nas diferentes categorias do time, da base ao adulto. Felizmente, conseguimos mais um título paranaense Sub-20, nosso décimo, com uma campanha irreparável, vencendo todas as partidas nas quatro fases jogadas. Chegar a uma final e vencer o campeonato já é difícil, mas manter o nível e defender o título por vários anos é muito mais complicado e estamos conseguindo essa hegemonia tão importante. Todos estão de parabéns, equipe técnica e elenco”, analisou ela, que também é a comandante do time principal do Londrina Futsal.

O título da edição 2023 veio com uma campanha de 100% de aproveitamento e grandes goleadas aplicadas. Nas quartas-de-final, por exemplo, o Tubarão emplacou duas vitórias sobre o Paranavaí, por 12 a 0 e 10 a 0, marcando 22 vezes e sem sofrer um gol sequer. Ao todo, o Londrina venceu todos os dez jogos que disputou, encerrando o torneio com 68 gols marcados e apenas seis sofridos.

Borim contou que se sente alegre e orgulhosa por ter participado de todas as dez conquistas do Londrina Futsal no Sub-20. “Chegamos à décima conquista do Campeonato Paranaense, que foi realizado 17 vezes pela Federação, então é uma marca muito importante para nós todos da equipe. Isso reforça a qualidade e seriedade do projeto, essa é uma categoria em que gosto muito de trabalhar, pois faz a ponte de transição entre a base e o time principal adulto, sempre valorizei demais esse processo de formação e consolidação das atletas. Este trabalho possibilita que tenhamos dois times fortes e competitivos em ação, sendo que há atletas do Sub-20 que já atuam na equipe adulta e disputam competições importantes de alto nível”, disse.

Hoje, três jogadoras do time Sub-20 também integram a equipe adulta, pela qual jogam frequentemente nas competições estaduais e nacionais, além de outras atletas que são relacionadas para alguns jogos, esporadicamente. São elas Dany, Fernanda e Bia, artilheira do Paranaense Sub-20. Dany, de 19 anos, hoje é um dos destaques do time principal e teve grande temporada em 2023, sendo uma das maiores goleadoras do LEC. Ela foi a vice-artilheira do time na Liga Feminina de Futsal, campeonato nacional, e vice-artilheira do Campeonato Paranaense Sub-20, além de ter sido convocada para a seleção brasileira adulta pela primeira vez, recentemente. E, em 2022, já havia disputado o Sul-Americano sub-20 pelo Brasil. Na temporada anterior, a jogadora foi escolhida como revelação da Liga Feminina de Futsal.

A técnica Jayne Borim acredita que o trabalho de formação na base é um dos pilares fundamentais para que o projeto Londrina Futsal mantenha a qualidade no decorrer dos anos, com equipes atuando em alto nível no Brasil. “Sempre procuro fazer essa mescla de atletas entre o Sub-20 e o adulto, e dar a oportunidade para as jogadoras entrarem em partidas e vivenciarem competições maiores. A Dany, a Bia e a Fernanda jogam bastante pelo time principal, mas também procuro levar algumas outras jogadoras para pegar experiência. A goleira Giovana, por exemplo, que foi a menos vazada do Paranaense Sub-20, já entrou em jogos do time adulto, até mesmo para defender pênaltis. Algumas jogadoras dessa categoria já vêm conosco desde o Sub-15, passaram pelo Sub-17, é um processo de ciclos de evolução. Já estamos planejando como será esse fluxo para 2024, pensando nessa transição e na montagem do elenco”, adiantou.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.