Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foram disponibilizados 2.463 cartões para este lote e a retirada será na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social; é necessário que o titular do benefício compareça munido de documento com foto

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), promove neste sábado (20) mais um mutirão de entrega do cartão Comida Boa, sendo essa a primeira edição de 2024. Desta vez, foi disponibilizado um lote de 2.463 unidades do cartão repassado pelo Governo do Paraná, responsável pela gestão do Programa Estadual de Transferência de Renda e por elencar as famílias aptas a serem contempladas. As famílias londrinenses serão atendidas das 8h30 às 16h, na sede da SMAS, localizada na região central, na avenida Juscelino Kubitschek (JK), 2.896.

Os titulares do benefício, já registrados no Cadastro Único (CadÚnico), precisam comparecer munidos de um documento oficial com foto. Não é necessário agendamento prévio, e as equipes da Assistência Social estarão prontas para atender o público com estrutura adequada a essa finalidade, realizando a ativação e entrega dos cartões magnéticos do Comida Boa.

A iniciativa viabiliza auxílio mensal de R$ 80 à população de baixa renda, tendo como finalidade permitir a aquisição de produtos alimentícios e de higiene em estabelecimentos comerciais cadastrados. As famílias inscritas possuem renda de até R$ 210 por pessoa, priorizando quem não recebe o Bolsa Família.

Com a entrega destes novos 2.463 cartões, milhares de pessoas em Londrina terão acesso ao benefício, entre novas famílias e aquelas que retornarão ao programa. Atualmente, a cidade conta com 6.053 famílias atendidas pelo Programa Estadual de Transferência de Renda, registradas no CadÚnico.

Quem não puder comparecer ao mutirão de entrega deste sábado (20), ainda terá a oportunidade de receber seu cartão Comida Boa. Para isso, deverá ir presencialmente até a sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, a partir do dia 22 de janeiro (segunda-feira), das 9h às 16h. Da mesma forma que no mutirão, também é necessário ser o titular do benefício, e comparecer portando seu documento pessoal com foto.

A secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, ressaltou que os mutirões ocorrem regularmente ao longo do ano para melhor atender quem possui esse benefício estadual. “Fazemos a ação em um local centralizado, aos sábados, dia em que muitas pessoas podem ir com mais tranquilidade, e temos tendas e profissionais aptos para dar todo o suporte. Às vezes, no momento do atendimento, é possível identificar outras situações e fazer o que é necessário para que consigamos dar os devidos direcionamentos, então tudo está dentro de um escopo de planejamento. Existem outros benefícios municipais cujos valores são maiores que o do Comida Boa, e sempre explicamos como cada iniciativa funciona, e quem pode ter o benefício. Este acolhimento é muito importante para o bom acompanhamento das famílias”, detalhou.

De acordo com a gerente de Transferência de Renda da SMAS, Viviane Camacho, a ideia do mutirão é atender as famílias, prioritariamente, por ordem de chegada. “Nossa equipe estará preparada para receber as famílias e o procedimento é bastante rápido. O titular apresenta seu documento oficial, os dados do cadastro são conferidos, há a assinatura da listagem e a família já fica liberada para utilizar o benefício, saindo de lá com o cartão carregado com os R$ 80,00 referentes ao pagamento de dezembro de 2023”, informou.

A cada 90 dias, o programa estadual faz uma nova seleção para verificar se as famílias inscritas permanecem atendendo aos critérios de renda estabelecidos. O valor é depositado todo dia 25 por um período de, no mínimo, três meses. Este lote atual inclui pagamentos referentes a dezembro de 2023, janeiro e fevereiro de 2024. Dessa forma, a partir de março, haverá uma nova análise para a continuidade dos repasses. “O valor dos benefícios, as famílias contempladas e a disponibilização dos cartões aos municípios são de responsabilidade do governo estadual, e a Prefeitura presta suporte como parceira na logística de entrega e divulgação das ações. Todas as famílias são previamente comunicadas, por meio de correspondência, sobre o período de entrega dos cartões, e orientadas sobre como funciona este processo”, disse Camacho.

Mais informações sobre o Comida Boa e quais estabelecimentos estão cadastrados no programa estão no endereço eletrônico www.desenvolvimentosocial.pr.gov.br/ComidaBoa.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.