Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A apresentação do 17º Caderno de Estudo do Fórum Desenvolve Londrina lotou o auditório da Associação Médica, na quinta-feira (28). Com o tema “Inovação & Desenvolvimento Empresarial: um compromisso de todos em Londrina”. O caderno mostra a realidade do ambiente empresarial e corporativo do município e foi elaborado com base em palestras de especialistas, benchmarking com outras cidades e levantamentos dos próprios membros da entidade. O material, apresentado no evento pelo membro do Fórum, consultor do Sebrae, Heverson Feliciano, se encontra no site do Fórum Desenvolve Londrina para download; www.forumdesenvolvelondrina.org.br

O estudo apontou propostas prioritárias para o segmento como a promoção do desenvolvimento, retomando projetos estratégicos como o aeroporto de cargas, centro de eventos, entre outros. A melhoria da integração e informatização dos processos burocráticos da prefeitura e outros órgãos públicos em Londrina, com a intenção de diminuir o tempo de tramitação até a decisão, também é outro ponto, assim como, comprometer os representantes políticos de Londrina com projetos estratégicos, que promovam o desenvolvimento da cidade e região.

Todas as propostas, ligadas ao tema estudado pelo Fórum Desenvolve no ano de 2023, se encontram no caderno que traz também uma pesquisa qualitativa - “Cenários e Oportunidades para a Cidade de Londrina”, que ouviu empresários e  gestores corporativos, de 20 segmentos de mercado. A pesquisa foi realizada pela empresa Litz e apresentada pelo diretor da empresa, Renato Rocha Neto. A imagem de Londrina em relação a outras cidades, com pontos negativos e positivos, foi abordada pelos entrevistados.

A necessidade de mão de obra capacitada e profissional e de integração entre Instituições de Ensino Superior e o sistema produtivo foi pauta. O Plano Diretor e o Zoneamento foram questionados como fator limitante. A burocracia, as condições de logística de transporte rodoviário e aeroportuário, como também a falta de pensamento coletivo e visão comum do próprio empresariado dificultam oportunidades.

Formado por representantes de 37 entidades, com reuniões semanais, o Fórum Desenvolve tem 18 anos de atividade, não tem fins lucrativos e o foco é 2034, centenário de Londrina, projetando assim, uma “agenda positiva”, para o futuro da cidade e região. Atualmente, o presidente é o diretor do Grupo Folha, Nicolás Mejìa. A entidade já iniciou a análise de indicadores da cidade, para a escolha do tema que norteará as discussões de 2024, resultando em um novo Caderno de Estudo.

Andrea Monclar/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.