Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Inscrições estão abertas e podem ser feitas pela internet; Prefeitura de Londrina apoia a Casa da Vila através do Promic

A Casa da Vila vai promover duas oficinas neste sábado (23). A primeira será de espiral de ervas, das 8h30 às 12h, e a segunda sobre compostagem, das 13h30 às 17h. Ambas serão realizadas na sede da Casa da Vila, que fica na Rua Uruguai, 1.656, Vila Brasil. A Vila Cultural conta com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Prefeitura de Londrina.

Para participar é preciso se inscrever antecipadamente. O custo para aprender a fazer espiral de ervas ou compostagem é de R$ 25,00. Caso o interessado faça os dois cursos, é dado um desconto e o valor total fica por R$ 40,00. Quem desejar participar deve mandar uma mensagem para o Instagram da Casa da Vila, no endereço @casadavila.cultural ou acessar o formulário de inscrição para as oficinas (clique aqui). A participação nas oficinas será garantida mediante o pagamento. As informações sobre o pagamento e conta bancária podem ser obtidas pelo WhatsApp (43) 99812-6785.

Segundo a ecóloga, gestora ambiental e uma das ministrantes das aulas, Vanessa Rodrigues de Morais, as oficinas terão momentos teóricos e práticos, que somarão seus conhecimentos. Um dos tópicos abordados na atividade será  a compostagem, que é uma forma de dar destino ao resíduo orgânico gerado de forma doméstica ou industrial, diminuindo a sobrecarga de resíduo que vai para os lixões e aterros sanitários. Também será falado sobre a permacultura, que consiste no planejamento e execução de ocupações humanas sustentáveis, unindo práticas ancestrais aos modernos conhecimentos das áreas, principalmente, de ciências agrárias, engenharias, arquitetura e ciências sociais, todas abordadas sob a ótica da ecologia. “Na parte teórica das oficinas será serão abordados os fundamentos da permacultura e, na parte prática, será construída a estrutura proposta. As pessoas podem fazer compostagem em qualquer lugar, pois existem diferentes técnicas, aplicáveis a quaisquer espaços”, contou Morais.

As atividades serão realizadas em parceria da Casa da Vila com o Coletivo Clã Pé Vermelho Permacultura. Além de Morais, farão a oficina, a equipe de permacultores do coletivo Clã Pé-Vermelho, que são a musicista Meire Valin e o bioconstrutor em bambu, Gabriel Augusto.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.