Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) apresentou na segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, um requerimento em que solicita o envio de um Voto de Congratulações com Moção de Aplausos à Consagrada Catedral Metropolitana de Londrina, que comemora seu nonagésimo aniversário de existência neste 11 de março de 2024.

 “A Catedral de Londrina, situada no coração da cidade, é uma peça fundamental no cenário cultural, histórico e arquitetônico da Região Norte do Estado do Paraná. Fundada oficialmente em 1934, a igreja tem o Sagrado Coração de Jesus como seu padroeiro, sendo fruto do esforço e da visão do então Bispo de Jacarezinho, Dom Fernando Taddei”, destacou o deputado Cobra Repórter.

Em seu requerimento, o deputado lembrou que, ao longo de sua rica história, a Catedral passou por diversas fases de desenvolvimento e aprimoramento. A planta arquitetônica original, concebida pelo Dr. Willie Davids, foi inaugurada em agosto de 1934, sob as bênçãos do Reverendo Padre Erasmo Raabe. Desde então, a Catedral tem desempenhado um papel vital na vida espiritual da comunidade, sendo reconhecida como a maior estrutura paroquial da Arquidiocese de Londrina.

O deputado Cobra Repórter, autor do requerimento, destacou ainda a importância da Catedral na promoção da paz, reconciliação e formação ética e moral. Além disso, ressaltou o papel ativo da igreja na mitigação das desigualdades sociais por meio de suas atividades sociais.

“Com a celebração de seus 90 anos, a Catedral Metropolitana de Londrina continua a ser um farol de inspiração e espiritualidade na região”, disse o deputado Cobra Repórter. O deputado conclamou seus colegas parlamentares a aprovar o Voto de Congratulações com Moção de Aplausos, expressando votos de sucesso contínuo e grandes realizações nos anos que virão.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.