Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

População pode adquirir chocolates, ovos de Páscoa e de colher, brigadeiros, e muito mais; tudo é feito de forma artesanal e os preços são acessíveis

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), em parceria com a Cáritas Arquidiocesana de Londrina, lançou os produtos da Páscoa 2024 do Programa Municipal de Economia Solidária (PMES). O evento ocorreu na quarta-feira (13), no Centro Público de Economia Solidária Sandra Nishimura, localizado na avenida Rio de Janeiro, Centro.

No local, estão disponíveis para comercialização produtos temáticos da Páscoa produzidos pelos empreendimentos econômicos solidários. Na área alimentícia, há chocolates, ovos de Páscoa, ovos de colher, bombons, brigadeiros, entre outros itens de qualidade para presentear os familiares e amigos.

O público também encontra produtos artesanais de moda casa e tradicionais artigos de cozinha, em motivo de Páscoa, cestos de crochê para ovos de páscoa, coelhos de crochê, artesanatos produzidos por índios Kaingang, entre outros produtos para decorar ou presentear amigos e familiares, inclusive crianças. Além disso, o Centro Público contra com empreendimentos que prestam serviço de beleza feminina de manicure, pedicure, unhas e design de sobrancelhas. Toda a renda obtida através da comercialização dos produtos é revertida 100% para os artesãos que integram os grupos solidários.

O vice-prefeito de Londrina, João Mendonça, participou do evento. Ele parabenizou todos os empreendimentos do programa e ressaltou a qualidade e variedade dos itens. “O diferencial dos produtos é o processo artesanal em que eles são produzidos, além da qualidade e personalização. O preço de comercialização também é justo, pois os próprios artesão fazem a gestão de seu negócio”, afirmou.

A secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, disse que o lançamento dos produtos de Páscoa é um momento muito importante para as famílias atendidas pelo programa. “Convidamos todos os londrinenses para conhecer e comprar os produtos, além de divulgar para seus amigos e familiares. Com esse gesto, além de adquirir produtos de qualidades, a pessoa também contribui com a renda das famílias”, reforçou.

Micali explicou que o PMES é um programa de inclusão e de geração de renda. “A maioria das pessoas que chegam até o programa vem através do CRAS e, a partir das suas habilidades, nós as encaminhamos para a inclusão produtiva, modalidade economia solidária, e com a venda de seus produtos ou serviços elas sustentam suas famílias”, contou.

Uma das artesãs do programa, Mariza da Silva, representando todos os empreendimentos, contou que há três anos está na da Economia Solidária. “Pretendo continuar com este trabalho por muitos anos, neste momento estou trabalhando com chocolate e quero convidar todas as pessoas a conhecer os produtos. Estamos aceitando encomendas, que podem ser feitas diretamente no Centro Público”, destacou.

Documentário

Após o evento de lançamento da linha de Páscoa 2024 houve um momento cultural com a exibição do documentário “Kré hyg hán” – Fazendo balaio” (2018), dirigido por Rosana Nirygtánh dos Santos.  A produção faz parte do projeto “Memória e Cultura Kaingang na Cidade de Londrina”, recém-aprovado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic) para desenvolver ações durante 2024. Desde 2022, o Programa Municipal de Economia Solidária trabalha com os indígenas.

A programação do dia inclui, ainda, no período da tarde, a palestra “O poder das mulheres na sociedade”, conduzida por Silvana Mariana, professora do departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

confeiteiras Marilza da Silva.

Mais sobre o programa

O Programa Municipal de Economia Solidária é financiado e gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e tem parceria da Cáritas Arquidiocesana de Londrina, que ajuda na execução do Projeto de Educação Socioprofissional e Promoção da Inclusão Produtiva.

A iniciativa representa uma forma de organizar a produção, distribuição e consumo, alicerçada na igualdade de responsabilidades dos participantes dos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES). O programa disponibiliza apoio técnico, assessoria e capacitação à produção e comercialização de uma enorme gama de produtos. Atualmente participam do Programa, em Londrina, 65 grupos/empreendimentos. Eles atuam em seis áreas de produção: artesanato, prestação de serviços, alimentação, confecção, agricultura e coleta seletiva.

Entre os presentes na solenidade, também estiveram a gerente de Inclusão Produtiva, da Secretaria de Assistência Social, Emília Faleiros; a coordenadora da equipe que desenvolve o projeto de Inclusão Produtiva da Economia Solidária, da Cáritas Arquidiocesana, Soraya Garcia; e a vereadora Lenir de Assis.

Locais de comercialização e programação de março:

Centro Público de Economia Solidária Sandra Regina Nishimura

Rua Rio de Janeiro, 1.278, Centro – Telefone (43) 3378-0577

De segunda a sexta, das 9h às 17h

Itens a serem comercializados: artesanatos de cama, mesa e banho, peças únicas de trabalhos manuais de itens domésticos e decoração de interiores e exteriores, semijoias, enxoval de bebê, roupas infantis, artigos pet, jogos interativos em madeira e bonecos artesanais, itens religiosos, bolsas e acessórios, souvenirs e kits para presentes.

Alimentação: Artigos de chocolate, ovos de páscoa, bombons, trufas, bolos e pães.

Casa da Economia Solidária Café e Arte

Rua Prof. João Cândido, Praça 7 de setembro – Centro

Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h

Itens a serem comercializados: artesanatos de cama, mesa e banho, peças únicas de trabalhos manuais de itens domésticos e decoração de interiores e exteriores, semijoias, enxoval de bebê, roupas infantis e jogos interativos em madeira.

Feira da Economia Solidária

Calçadão de Londrina: Avenida Paraná, em frente ao Banco do Brasil

Dias 8, 9, 15, 16, 22 e 23 de Março, às sextas das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 13h

Itens a serem comercializados: artesanatos de cama, mesa e banho, peças únicas de trabalhos manuais de itens domésticos e decoração de interiores e exteriores, semijoias, enxoval de bebê, roupas infantis, bolsas personalizadas e artigos decorativos de páscoa.

Rua Guararapes, 331 – Jardim Higienópolis

Aberto aos sábados, das 10h às 13h

Retirada dos pedidos das sacolas camponesas e exposição de itens do artesanato, vestuário e exposição de plantas ornamentais do Dia das Flores.

Feira da Cidadania na UEL – Dia 21 (quinta-feira) das 9h às 13h em frente a Biblioteca Central da UEL.

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.