Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A cada semana, os pequenos empreendedores da feira itinerante Londrina Criativa estão em um determinado local. Às vezes, é num shopping, outras, em algum evento. E esse giro semanal ajuda a potencializar não apenas as vendas de cada expositor, mas, também, a divulgação da marca e do trabalho, tornando-os conhecidos e trazendo clientes cativos. É o que aconteceu com Ariadne Pohlmann, que produz artesanatos, e com Cristiane Santos, especialista em chocolates e macarrons. As duas participam da feira desde o início, a partir de janeiro de 2022.

“Eu produzo artesanatos há muitos anos, desde que eu morava em Apucarana. Lá eu tinha um ateliê, dava aulas. Quando vim morar em Londrina, fiquei um tempo sem fazer. Depois, fiquei sabendo da feira Londrina Criativa, fiz a minha inscrição e participo desde o começo”, conta Ariadne. No rol de produtos, estão panos de prato, bate mão, puxa saco, bordado em ponto cruz, fraldas, toalhas personalizadas, entre outros itens. “Com a feira, aprendi muita coisa, cresci bastante na área de empreendedorismo. Eu tinha vergonha de vender, melhorei muito a comunicação com clientes”, revela.

Ariadne conta que a clientela aumentou e aumenta a cada participação da feira Londrina Criativa. “Eu já tenho muitos clientes fixos que vão atrás do meu produto, mas, também tem muitas pessoas que veem o produto na feira e fazem encomendas. No último fim de semana, uma pessoa comprou um produto, queria mais e encomendou”, exemplifica. O mesmo acontece com a confeiteira Cristiane Santos, que produz chocolates e macarrons há vários anos, anteriormente nas horas vagas do emprego.

Até que, no fim de 2021, ela resolveu largar emprego para se dedicar exclusivamente aos seus produtos. “Foi até uma loucura, porque ainda era pandemia. Mas, quando pedi as contas, conheci a Londrina Criativa. Fiquei até com receio porque tinha que preencher um formulário com muitas informações. E falei: vou me arriscar”, conta. Dali por diante, o negócio dela só ampliou. “Antes, eu morava e produzia no mesmo local. Hoje, tenho um ateliê só para a produção”, diz.

Experiência

Cristiane não se arrepende da decisão que tomou. “A feira abriu muitas portas para mim. Deu para mostrar o meu trabalho. Como faço só por encomenda, minhas vendas acontecem pela internet. Mas, na Londrina Criativa, as pessoas podem ir ver o produto, comprar e experimentar”, ressalta. Hoje, trabalho não falta. Cristiane conta que tem fim de semana que ela produz mais de mil macarrons. “Algumas semanas saem mais bolos, outras, mais chocolates e macarrons. Temos atraído muitas empresas, muitos pedidos corporativos.”

Quando Margareth Watanabe idealizou e criou a feira itinerante Londrina Criativa, não imaginava que dariam tantos frutos e bons resultados, embora fosse esse o sonho e o objetivo. Ela própria empreendedora, artesã que produz origamis e origamis em tecidos, também contabiliza as vantagens da participação nas feiras e nos cursos e workshops promovidos ao longo do tempo. “Por sermos itinerantes, conseguimos abranger públicos diferentes e diversos, que passam a ser clientes fixos e fieis”, conta Margareth.

De acordo com ela, o apoio de instituições como o Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e do Visite Londrina Convention Bureu é fundamental para ampliar o alcance da feira e, consequentemente, dos expositores. “A realização das feiras itinerantes potencializa o turismo, porque traz expositores e clientes de outras cidades, inclusive de Maringá, ao mesmo tempo em que faz nossos produtos chegarem a turistas do Brasil todo, porque são ideais para lembrancinhas e presentes, além de terem características de produtos regionais e locais”, explica.

Selo Londrina Criativa

O Selo Londrina Criativa tem uma série de ações voltadas à formação e profissionalização dos pequenos empreendedores. Ao longo do ano, o objetivo é ofertar cursos, workshops e mentorias a quem estiver interessado. A feira itinerante já foi realizada no Museu Histórico Padre Carlos Weiss, no Sesc, na Expo Japão e no Londrina Matsuri. Além disso, foi uma das apoiadoras do Hackatur 2022, do Sebrae, e já participou da tradicional Quermesse do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova. A Londrina Criativa tem apoio do Visite Londrina Convention Bureau e da prefeitura de Londrina, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel).

Fábio Luporini/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.