Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O governador Ratinho Junior e o secretário de Infraestrutura, Sandro Alex, estiveram em Londrina na quinta-feira (14), juntamente com o prefeito Marcelo Belinati, para o lançamento da pedra fundamental do Complexo Industrial do Grupo J. Macêdo, na Cidade Industrial de Londrina. O diretor-presidente da J. Macêdo, Irineu José Pedrollo ,o representante dos acionistas, Amarilio Proença Macêdo, e do conselho de administração, Bruno Macêdo, também participaram da solenidade.

A J. Macêdo é uma das maiores empresas do ramo alimentício do Brasil, dona de marcas como Dona Benta, Sol, Bradini e Boa Sorte, a companhia é a primeira a se instalar na nova Cidade Industrial de Londrina, complexo que está em implantação com apoio do Governo do Estado.

“É um grande investimento em Londrina e a empresa escolheu justamente a Cidade Industrial, que está sendo implantada pelo Governo do Paraná, juntamente com a Prefeitura de Londrina. Além disso, o Estado também está contribuindo com a logística, como a duplicação da avenida Saul Elkind entre Cambé e Ibiporã e a da PR 445, entre Londrina e Mauá da Serra”, destacou o deputado Cobra Repórter que tem apoiado e trabalhado por estas obras.

O novo empreendimento está dividido em três fases, o empreendimento terá investimento inicial de R$ 250 milhões, com a geração de 200 empregos e previsão de conclusão no início de 2026. Nas fases 2 e 3, serão investidos entre R$ 600 milhões e R$ 700 milhões, totalizando 800 empregos no novo parque industrial da J.Macêdo.  A estrutura vai ocupar uma área de 276 mil metros quadrados e deve ser a maior da Cidade Industrial Londrina, que abrange área total de 1,1 milhão de metros quadrados – a previsão é que abrigue cerca de 100 empresas de diversos portes.

O governador Ratinho Junior reforçou que o Paraná se consolida como a “fábrica e supermercado do mundo”, disse ainda que o investimento da indústria de alimentos reforça o bom momento da economia paranaense que, segundo o Banco Central, foi a que mais cresceu em 2023, com avanço de 7,8%.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.