Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Lideranças políticas e empresariais da região querem agendar reunião em Brasília com o ministro da Infraestrutura Renan Filho, ainda em dezembro, para reforçar o apoio pela inclusão do Contorno Leste de Londrina nas concessões de rodovias do Paraná. A intenção é mobilizar prefeitos, deputados estaduais, federais e representantes de entidades do setor produtivo para confirmar a união da comunidade regional e ter uma posição definitiva do governo federal sobre a obra de ligação rodoviária da PR 445 até a BR 369.

A decisão de formar a comitiva foi tomada após o encontro dos quatro deputados estaduais da região de Londrina com dirigentes de entidades, para prestação de contas das atividades parlamentares. "A decisão sobre o Contorno Leste é política. Por isso precisamos unir forças e deixar claro que a obra tem o apoio de todos. Não há impedimento técnico, é totalmente viável colocar o Contorno Leste nas concessões, de preferência no Lote 3 que abrange mais rodovias na nossa região", comentou o deputado estadual Tercilio Turini.

Ele ressaltou que o ministro Renan Filho já sinalizou favoravelmente ao Contorno Leste e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sabe da importância do eixo rodoviário para o fortalecimento da malha de transporte e o desenvolvimento regional. "Precisamos com urgência da palavra final do Ministério de Infraestrutura porque o edital do Lote 3 deve ser encaminhado em breve para avaliação do Tribunal de Contas da União. Se não for ainda em dezembro, vai em janeiro. O tempo está correndo e não podemos perder essa oportunidade de garantir o Contorno Leste", afirmou o deputado.

Tercilio Turini destacou o empenho da deputada Cloara Pinheiro, dos deputados Cobra Repórter e Tiago Amaral, do prefeito Marcelo Belinati, prefeitos da Amepar, vereadores e representantes do setor produtivo. "Existe consenso sobre a relevância da obra. É normal uma certa preocupação em relação à tarifa do pedágio, mas o ministro Renan Filho falou que estudos apontam impacto de apenas vinte centavos (R$ 0,20). É muito importante irmos a Brasília o quanto antes para garantir o Contorno Leste e esclarecer todas as dúvidas", afirmou Tercilio Turini.

No encontro de prestação de contas, na Sociedade Rural do Paraná, os quatros deputados informaram que há grande expectativa de o Governo do Estado anunciar em janeiro a regulamentação da lei ICMS Paraná Inovador, que concede benefícios fiscais a empresas de matriz tecnológica. É um suporte tributário que o setor empresarial aguarda há muitos anos para fortalecer o segmento de tecnologia da informação (TI) em Londrina. Existe a possibilidade de o governador Ratinho Junior assinar em Londrina o decreto que regulamenta a lei.

O evento Prestação de Contas com Deputados de Londrina e Região é uma realização da Sociedade Rural, ACIL, CEAL, FIEP, Sebrae. Sescap LDR, Sincoval, Sindimetal, Sinduscon, TI Paraná e UTFPR, que integram o Núcleo de Desenvolvimento Empresarial de Londrina.

Ricardo da Guia Rosa/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.