Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Maior escola da cidade em número de alunos está construindo novo edifício na avenida Santos Dumont; unidade vai atender entre 600 e 800 estudantes

Consolidando cada vez mais sua posição de importante polo educacional no Paraná e na região Sul do Brasil, Londrina ganhará mais uma sede do Colégio Ética, ativo na cidade desde 1998. A instituição já iniciou a construção da sua nova unidade, que ficará na avenida Santos Dumont, 234, próximo à região central, e poderá atender entre 600 e 800 alunos do fundamental II e ensino médio. Atualmente, o Colégio Ética conta com cerca de 1.800 alunos, sendo a maior escola do município em número de estudantes.

Entre outras estruturas, o espaço de 3.700 m2 contará com 34 salas de aula, amplas salas para os professores, salas de atendimento, enfermaria, laboratórios de informática e química e uma quadra poliesportiva preparada para, inclusive, receber eventos estaduais e nacionais. Além disso, terá um estacionamento espaçoso e uma área verde de 300 m2 para que as crianças possam ter contato com a natureza.

O investimento realizado na obra é de cerca de R$ 17 milhões, e a conclusão da construção está prevista para fevereiro de 2025, data em que a unidade deve entrar em atividade. A iniciativa foi viabilizada através do modelo de investimento Built to Suit (BTS), que funciona como um contrato de locação. Ele determina que o dono do imóvel (o locador) construa ou faça reformas em conformidade com os desejos do locatário. Em troca, o contratante deve absorver os custos da obra nos pagamentos mensais referentes ao aluguel.

Além do Colégio Ética, o empreendimento conta com a participação da empresa Zagros Capital, de São Paulo, e da Invictus Imobiliária, de Londrina.

Durante o encontro realizado com os responsáveis pela iniciativa, em seu gabinete, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, destacou que a construção da nova sede já está gerando centenas de empregos. Marcelo acrescentou que, depois de pronta, a unidade vai proporcionar ainda mais postos de trabalho à cidade.

“Isso é fundamental e mostra o momento que Londrina está vivendo, inclusive com investidores de outras cidades, como São Paulo, vindo para cá, e fazendo parcerias com as escolas que aqui já estão. Isso é muito bom para a cidade, e tanto Londrina quanto os empreendedores estão de parabéns”, sublinhou.

De acordo com a diretora, sócia-proprietária e fundadora do Colégio Ética, Fabiana de Oliveira, cerca de 200 profissionais, entre professores e outros funcionários, vão atuar na nova unidade. Ela destacou, ainda, que a instituição também está construindo uma nova sede em Ibiporã, com recursos próprios. A sede atual, em Londrina, fica na avenida Santos Dumont, 1.200.

 “Estamos construindo essa sede para ter mais espaço. É um local ainda mais favorável à parte pedagógica e aumentará o número de alunos, gerando também vários empregos. O Colégio Ética traz uma proposta humanista e inovadora, com o objetivo de formar cidadãos de valor através do esporte. Oferecemos, inclusive, bolsas de estudo para os alunos que não têm condições financeiras, para que eles consigam se manter na escola”, frisou.

O incorporador e proprietário anterior do imóvel onde a sede está sendo construída, Samir Nasser, articulou o desenvolvimento do projeto com o imobiliarista Denílson Nunes, da Invictus Imobiliária. “O modelo BTS consiste em um projeto que é construído para atender aos anseios e às necessidades do cliente. A nova sede vai ser fantástica, e somando o investimento de R$ 17 milhões para a aquisição do terreno e da construção com o desenvolvimento da infraestrutura, temos um total de R$ 20 milhões”, frisou.

Segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Alex Canziani, a construção da nova sede trará diversos benefícios para Londrina, ampliando os horizontes educacionais e econômicos da cidade. “Nós ficamos muito felizes, porque a Codel está empenhada em buscar oportunidades e investimentos para a cidade seguindo a determinação do próprio prefeito para que a gente possa ser um facilitador. Procuramos ajudar a viabilizar essa iniciativa o mais rápido possível, para que a nova unidade da escola logo esteja funcionando, gerando mais empregos e trazendo mais oportunidades para Londrina”, pontuou.

Também compareceram ao encontro de hoje o chefe de gabinete da Prefeitura de Londrina, José Otávio Sancho Ereno; o diretor de Esportes e sócio do Colégio Ética, Frank Gomes da Nóbrega; o imobiliarista Denílson Nunes, da Invictus Imobiliária; e representantes da Zagros Capital.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.