Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Moradores de diversos bairros nas proximidades do Aeroporto de Londrina querem ser ouvidos para opinar sobre a futura destinação da área pública que abriga antigas casas do Ministério da Aeronáutica. Lideranças fizeram um abaixo-assinado e o deputado estadual Tercilio Turini encaminhou o documento ao secretário de Justiça e Cidadania do Paraná, Santin Roveda.

"Nas condições em que a área se encontra, é um desperdício para Londrina e a população. Um imóvel de grandes proporções, que inclusive foi repassado pelo Município à União muitos anos atrás, agora só tem causado problemas para a comunidade no entorno. Constantemente está coberto por mato, com riscos à saúde e segurança das pessoas. As casas várias vezes já foram utilizadas como "mocó". A proliferação de insetos, animais peçonhentos e outros bichos também preocupa bastante, principalmente pelo momento de epidemia de dengue" - argumenta o deputado Tercilio Turini em expediente aprovado na Assembleia Legislativa.

O documento dos moradores, com cerca de 250 assinaturas, cita que "como vizinhos que irão conviver com os impactos do futuro equipamento público a ser instalado no local, temos o direito de ser ouvidos e opinar sobre a melhor destinação do imóvel". Como a imprensa noticiou que a Secretaria de Justiça e Cidadania está em tratativas com o Governo Federal para realizar um projeto no imóvel em parceria com a Prefeitura de Londrina, a comunidade quer a abertura de diálogo sobre a ocupação da área.

O deputado Tercilio Turini informa que por solicitação da moradora Cirlete Marcondes de Oliveira Pelegrinelli, uma das lideranças do movimento, fez o encaminhamento do abaixo-assinado e reforçou a reivindicação da comunidade de participação das discussões e a busca de solução consensual na destinação do imóvel.

Ricardo da Guia Rosa/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.