Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cidade obteve ainda o primeiro lugar no pilar “Transparência Municipal”; dados constam do Ranking de Competitividade dos Municípios 2023, elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP)

Londrina é um dos destaques da pesquisa Ranking de Competitividade dos Municípios 2023, elaborada pelo Centro de Liderança Pública (CLP), com a colaboração da plataforma Gove Digital.

Conforme o levantamento, a cidade aparece em segundo lugar no pilar Funcionamento da Máquina Pública, sendo superada apenas por Vitória, no Espírito Santo. O estudo, que pode ser conferido neste link, analisou os 410 municípios brasileiros com população acima de 80 mil habitantes.

No total, foram avaliados 65 indicadores organizados em 13 pilares temáticos e três dimensões (Instituições, Sociedade e Economia). A construção do Ranking de Competitividade dos Municípios contou com uma ampla revisão da literatura sobre indicadores sintéticos e com uma profunda análise de benchmarks nacionais e internacionais. Foram utilizados, principalmente, os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) atualizados em 2022.

Inserido na dimensão Instituições, o pilar Funcionamento da Máquina Pública é composto por seis indicadores: Custo da Função Administrativa; Custo da Função Legislativa; Qualidade da Informação Contábil e Fiscal; Tempo para Abertura de Empresas; Qualificação do Servidor; e Transparência Municipal.

Dentre esses critérios, Londrina apresenta desempenho excepcional no indicador Transparência Municipal, em que é a primeira colocada nacionalmente. Já no que se refere à Qualificação do Servidor, o município é o quinto colocado no Brasil. No resultado geral da pesquisa, considerados todos os indicadores, pilares e dimensões, a cidade aparece na 26ª posição no Ranking de Competitividade dos Municípios 2023.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, comemorou o resultado do Município no pilar Funcionamento da Máquina Pública. “Isso reflete a transparência e os esforços realizados para promover a eficiência da gestão. A Prefeitura vem aplicando os recursos dos impostos dos cidadãos de forma adequada, para que eles sejam convertidos em benefícios para a própria população”, disse.

O secretário municipal de Governo e procurador-geral do Município, João Luiz Esteves, destacou o alto nível de qualificação dos servidores municipais de Londrina. Segundo ele, a administração tem conduzido diversas iniciativas nesse sentido, como a implantação da Escola de Governo de Londrina, que oferece um vasto leque de cursos e capacitações tanto para os servidores quanto para a comunidade em geral.

“Também temos ações muito significativas na área da transparência, e estamos desenvolvendo um programa de governança e compliance. Essa iniciativa estabelece um planejamento estratégico para todos os órgãos municipais e aperfeiçoou consideravelmente a forma de funcionamento da Prefeitura, bem como os seus processos e procedimentos. Tudo isso, em conjunto, contribui para colocar o Município de Londrina no patamar em que hoje ele se encontra”, afirmou.

De acordo com o secretário municipal de Fazenda, João Carlos Barbosa Perez, um dos pontos fortes da administração municipal é a qualidade das informações contábeis e fiscais fornecidas à população, bem como a capacitação do corpo técnico de servidores.

“Outro aspecto em que temos trabalhado para evoluir cada vez mais é a facilidade da abertura de empresas. Nós conseguimos agilizar as consultas prévias, automatizando 70% desses processos, e isso possibilitou à junta uma maior velocidade para fazer os registros de abertura das empresas. E, junto à Diretoria de Tecnologia de Informação da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, estamos viabilizando a dispensa de alvarás para os empreendimentos de baixo risco e a emissão automática de alvarás para os de médio risco. Por meio dessa ação, 75% dos empreendimentos estarão dispensados do alvará ou receberão os alvarás de forma automática”, sublinhou.

O secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti, salientou que o bom desempenho de Londrina no ranking é um reconhecimento pelo esforço que a atual gestão vem empreendendo para a melhoria da eficiência e da produtividade da Prefeitura. Cavazotti frisou que Londrina é hoje uma cidade renovada e transformada, com ações acontecendo em todas as áreas.

“Esse reconhecimento também é importante porque esses rankings são acessados por empresas e por instituições na hora em que elas decidem fazer investimentos. As organizações procuram cidades com boa qualidade de vida para se estabelecer, então esses estudos dão visibilidade a Londrina e tornam a cidade mais atrativa para empreendimentos, já que estamos no topo do ranking”, disse.

Ainda segundo o secretário de Gestão Pública, o Município tem feito investimentos significativos na modernização de sua infraestrutura, incluindo a implantação de sistemas informatizados, e conta com servidores altamente qualificados. “A integração entre sistemas, infraestrutura e pessoas nos permite prestar melhores serviços. O aspecto mais importante de estarmos em primeiro lugar no ranking de funcionamento da máquina pública é que isso mostra que estamos conseguindo usar bem os recursos dos contribuintes de Londrina e retornando com obras e melhorias. Ou seja, estamos cumprindo com a nossa obrigação”, concluiu.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.