Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Um ramal de trânsito será criado a partir da continuação da rua Faria Lima, próximo da UEL, entre a PR-445 e a avenida Gil de Abreu e Souza; licitação está aberta e prazo da obra será de 10 meses

Uma importante obra de infraestrutura e mobilidade urbana será realizada pela Prefeitura de Londrina, em breve, para melhorar o trânsito na região sul da cidade. Trata-se da duplicação da rua Constantino Pialarissi, que será ampliada e receberá pavimentação integral, além de rede de galerias pluviais. O trecho a ser duplicado e revitalizado tem cerca de 2,5 km de extensão e fica entre a marginal da rodovia PR-445, na abrangência do Portal de Versalhes III, e o início da avenida Gil de Abreu e Souza, no Terras de Santana.

Hoje, a maior parte desse trajeto existe em estrada de terra, e a área asfaltada conta com pista simples de passagem estreita. Depois de renovada, a via será uma avenida que irá aprimorar o fluxo de veículos e funcionar como uma continuação da rua Prefeito Faria Lima para quem acessa a região sul, passando pela área da reitoria da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e prédios universitários. Este ramal criado pelo Município abrirá opções de tráfego, desafogará pontos de alto movimento em outras vias, proporcionará mais segurança e facilitará a rota para quem se dirige até a rodovia Mábio Gonçalves Palhano, por exemplo, sem a necessidade de utilizar a PR-445.

A licitação da obra está aberta e o custo máximo da contratação é de R$ 32.211.860,69. Para realizar a execução de todas as melhorias e a conclusão da obra, a empresa vencedora do certame terá o prazo de 10 meses a partir da assinatura da Ordem de Serviço. As empresas interessadas em participar do processo licitatório têm prazo até 23 de fevereiro, quando serão abertos os envelopes, para registrar sua proposta. Todas as informações e detalhes estão disponíveis no Portal de Licitações da Prefeitura.

O pacote de serviços para o projeto da nova Constantino Pialarissi inclui uma série de etapas e ações como topografia, terraplenagem, demolições, instalação de água e esgoto, implantação de ramais de drenagem de águas pluviais, pavimentação asfáltica, calçadas e rampas de acessibilidade. Ainda abarca iluminação, sinalização horizontal e vertical, canteiro central, ciclovia em sentido duplo, remanejamento de água tratada, plantio de vegetação, estruturas de contenção e ensaios tecnológicos.

Parte dos recursos destinados à execução das melhorias é oriunda do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), por meio de financiamento com a Caixa Econômica Federal. A iniciativa conta também com verbas do Fundo Municipal de Saneamento, sendo que cerca de R$ 13 milhões, dos R$ 32,2 milhões disponíveis para a licitação, estão previstos para custear serviços de galerias pluviais.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, destacou que essa obra viária é de grande porte e contribuirá para melhorar o trânsito, além de intensificar o processo de expansão que a região sul vem experimentando. “A duplicação da Constantino Pialarissi é uma ação que certamente trará ganhos enormes de mobilidade urbana, em uma região da cidade que interliga ruas e avenidas com áreas de rodovia. Teremos uma rua toda duplicada, asfaltada, moderna e com infraestrutura de drenagem adequada. É um trabalho que ajuda a fortalecer o desenvolvimento dessa parte da região sul, que conta com vários condomínios, prédios, universidades e empreendimentos comerciais, de prestação de serviços e outros atrativos. Milhares de pessoas serão beneficiadas”, avaliou.

Para Canhada, essa área de Londrina tem perfil para se transformar, cada vez mais, em uma esteira de desenvolvimento, onde é possível compatibilizar atividades econômicas com o caráter residencial que a região já possui. “Não tenho dúvidas de que essa obra, assim como várias outras em andamento ou prestes a serem iniciadas pela Prefeitura, trará excelentes frutos para a cidade”, pontuou.

No início de fevereiro deste ano, o Município começou as obras de prolongamento da avenida Octávio Genta, também localizada na região sul da cidade. A via ganhará um trecho que será a continuidade da avenida Waldemar Spranger, a partir da PR-445, totalizando 2 km de nova extensão em pista dupla.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.