Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Inscrições estão abertas para as aulas que serão realizadas nos dias 21 e 28 de junho, no Centro de Oficinas para Mulheres

Com as temperaturas mais baixas e o inverno se aproximando, a confecção de cachecol pode ser uma boa opção para presente ou uma forma de geração de renda extra. Por isso, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), oferta uma oficina gratuita de capacitação destinada às londrinenses que desejam aprender a técnica de produção de cachecol com tear de prego. Direcionado a iniciantes, este curso terá atividades nos dias 21 e 28 de junho, às 14h, no Centro de Oficinas para Mulheres (COM). As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas.

Quem tiver interesse em participar deve entrar em contato pelo número (43) 99945-0056 para solicitar a inscrição e obter mais informações. Todos os materiais e itens necessários serão disponibilizados pela própria SMPM.

As atividades serão ministradas de forma voluntária pela artesã Carina Souza, que é servidora da Prefeitura e atua na Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. Ela ensinará a técnica básica do cachecol utilizando o tear de pregos, uma peça em madeira com pregos encaixados e alinhados, de baixo custo e fácil manuseio. Por meio desta estrutura, que pode ser encontrada facilmente em casas de aviamento e lojas semelhantes, é possível desenvolver vários estilos de pontos e desenhos.

De acordo com a artesã, por não ser necessário ter experiência, o curso possibilitará a aquisição de novos conhecimentos e a integração entre as participantes. “Ensinaremos a produção do cachecol utilizando como matéria prima a lã, que casa perfeitamente com o inverno que se aproxima. Além disso, é uma excelente oportunidade para fins terapêuticos, uso próprio, para presentear quem gostamos ou ainda uma maneira de obter renda extra. Após as aulas, as alunas poderão levar para casa as peças produzidas”, afirmou.

Na primeira aula, dia 21 de junho, será ensinada a parte inicial de preparo da franja e desenvolvimento da técnica do cachecol. Depois, o encontro do dia 28 servirá para o aperfeiçoamento da técnica e finalização do processo. “É necessário dividir a oficina em dois momentos para organizar melhor a confecção, já que o modo de fazer a franja no início e arremate final são diferentes”, disse Souza.

A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, enfatizou que o fato de a ação ser conduzida por uma servidora municipal valoriza ainda mais o caráter colaborativo da iniciativa. “Isto torna a oficina ainda mais especial, porque é ministrada por alguém que conhece bem a nossa realidade de trabalho e os serviços prestados pela pasta, sabendo da importância que é termos voluntários no dia a dia do Centro de Oficinas para Mulheres. Este trabalho colaborativo é de grande valia, permitindo ajudar muita gente e ampliar o leque de atividades ofertadas gratuitamente às mulheres, com foco em pessoas em situação de vulnerabilidade”, destacou.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.