Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto é atrelado ao financiamento das obras no sistema de abastecimento 

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) executará em Londrina, entre fevereiro e dezembro deste ano, mais de 30 ações socioambientais em diferentes bairros da cidade. O cronograma proposto foi detalhado, na quinta-feira (8), na primeira reunião do grupo gestor que irá colaborar na execução do trabalho. Participaram representantes de oito entidades vinculadas às secretarias municipais do Ambiente (Sema), de Assistência Social (SMAS) e da Companhia de Habitação de Londrina (Cohab).

O projeto atende à Portaria n° 464/2018, do Ministério da Cidades, como requisito para as obras de saneamento financiadas pela Caixa. Em Londrina, o contrato de R$ 103 milhões prevê obras de ampliação do sistema de abastecimento de água.

As principais ações a serem desenvolvidas na cidade são o curso de capacitação para facilitadores em saneamento, voltado a agentes municipais, e o curso para encanadores, direcionado para mulheres, com o objetivo de ensinar como fazer a identificação e o conserto de pequenos vazamentos.

“Haverá também reuniões comunitárias para apresentação dos detalhes das obras, com orientação para cadastramento em programas sociais além da negociação de débitos”, explica a assistente social da Sanepar em Londrina e gestora do trabalho, Angela Pagani.

Parcerias

Após a primeira reunião do grupo gestor, a gerente de Educação Ambiental da Sema, Lidiane Isidoro, destacou a importância da parceria com a Sanepar. “É um projeto muito bem pensado e a nossa expectativa é de alcançar a população para formar facilitadores que vão levar conhecimento sobre saneamento para outras pessoas”, disse.

A pedagoga e responsável pela qualificação da aprendizagem da Escola Profissional e Social do Menor de Londrina (Epesmel), Carolina Furlaneto, avalia positivamente o cronograma apresentado. “O programa Sustentabilidade da Escola ao Rio irá beneficiar os 60 jovens aprendizes atendidos pela entidade. Eles poderão entender qual o processo da água que sai do rio até chegar em casa”, ressalta.

A assistente social e coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Norte A, Rosemeiri Feliz de Barros, afirma que esta parceria vai ajudar a socializar e disseminar informações importantes sobre saneamento.

Também participaram da reunião e formam o grupo gestor do projeto, representantes da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis e Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Londrina (Cooper Região), Centro Esperança Por Amor Social (CEPAS), Gerência de Inclusão Produtiva da SMAS e do Clube de Mães Unidas.

Obras

A Sanepar está investindo em Londrina mais de R$ 345 milhões entre obras de água e esgoto em andamento e a licitar. O contrato financiado pela Caixa, viabiliza a construção de quatro novos centros de reservação de água, localizados nas zonas norte, sul e leste, o que inclui cinco elevatórias.

Localização das obras:

- Novas elevatórias, próximo ao Autódromo,

- Novos reservatórios na Avenida Saul Elkind,

- Novos reservatórios, próximo à Penitenciária,

- Novos reservatórios, próximo à Av. Jamil Scaff,

- Novo reservatório na área da Estação de Tratamento de Água (ETA) Tibagi.

Giovanna Migotto da Fonseca/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.