Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Grupo de convivência, em parceria com a Unifil, irá trazer temas sobre a saúde da mulher Com ações nos dias 21 e 28 de março

Nas próximas quintas-feiras, dias 21 e 28 de março, a Secretaria Municipal do Idoso (SMI), em parceria com Unifil, realizará, às 13h30, no Centro de Convivência da Pessoa Idosa “Benedito Camargo Sobrinho”, Região Oeste (rua Serra Pedra Selada, 111, Jardim Bandeirantes), encontros do grupo de convivência de referência da região com temas alusivos ao Mês da Mulher.

Com o tema “Autocuidado e saúde para o bem-estar e qualidade de vida da mulher nas áreas de: saúde, beleza e farmácia”, serão ministradas três palestras ministradas por profissionais da Unifil. O professor de Farmácia, Alex Novaes, junto a seus alunos, irá falar sobre os cuidados com a hipertensão e fazer a aferição de pressão nos presentes.

Já a professora do curso de Estética e Cosmética, Franciele Cruz Rocker dos Santos, acompanhada de seus alunos, conversará com o público a respeito dos cuidados básicos com a pele e procedimentos e dicas para manter a pele saudável. Após a palestra, as alunas do curso irão fazer um momento de hidratação facial nas participantes.

O dia se encerra com a palestra da professora do curso de Farmácia da Unifil, Alissana Ester Iakmiu Camargo Bassoli, que irá falar sobre a saúde da mulher junto com seus alunos. Allissana explicou que, no dia 21, irá falar sobre a prevenção da transmissão do HIV, e no dia 28 sobre o câncer de mama. “A transmissão do HIV é uma tema muito relevante na sociedade, para mulheres e homens das mais variadas faixas etárias, merecendo a devida atenção e precisando estar em evidência. Com relação ao tema do dia 28, o assunto também é importantíssimo e bastante atual em termos de debates, porque sobre o câncer de mama é necessário frisar que, quanto mais cedo detectarmos a doença, mais altas são as chances de cura”, destacou.

A secretária municipal do Idoso, Andrea Danelon, comentou a importância de a secretaria trazer eventos como esse para os grupos de convivência. “Neste mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, instituído pela ONU na década de 1970, enquanto data alusiva a sua luta histórica, não só pela equiparação de direitos, mas também contra a violência, a oferta de oficina temática específica proporciona melhoria na qualidade de vida das mulheres idosas. As ações levam informação e conhecimento, à medida que trata da saúde e de bem-estar, no que tange aos procedimentos básicos para a promoção e manutenção da saúde”, explicou ela.

Rebeca Vernillo/NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.