Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Entre 8 e 10 de dezembro, vários estabelecimentos de hospedagem da cidade atingiram lotação total; atividades têm movimentado diversos segmentos da economia

No último fim de semana, Londrina recebeu dois grandes eventos das áreas de cultura e entretenimento, que movimentaram os hotéis e demais estabelecimentos de hospedagem da cidade. Realizado na sexta-feira (8), o show da banda Titãs, com sua turnê “Encontro Para Dizer Adeus”, levou mais de 15 mil pessoas ao Estádio do Café. E, tendo se iniciado na mesma data e se estendido até domingo (10), o Rodeio dos Campeões, que contou com a narração de Marco Brasil, movimentou o Parque Ney Braga.

De acordo com a diretora de Turismo do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Tatiana Porto, o aquecimento do setor de turismo e eventos beneficia vários segmentos da economia da cidade. “Além da hotelaria, os visitantes adquirem produtos e serviços dos setores de transporte, restaurantes, bares, lojas e supermercados. Isso faz o dinheiro circular na cidade, gerando emprego e renda, e consideramos que Londrina tem vivido um momento muito positivo”, disse.

A empresária Jany Lima, que foi promotora do show dos Titãs, destacou que nos dias que antecederam o evento, praticamente não havia mais quartos de hotel vagos na cidade. As diárias das últimas opções disponíveis estavam muito mais altas do que o habitual, com preços entre R$ 5 mil e R$ 10 mil. “O show atraiu muita gente de todo o interior do Paraná, e isso resultou na lotação de todos os hotéis. Ficamos muito felizes com esse resultado, pois Londrina é uma cidade-polo, e entendemos que ela quer receber grandes shows. Por isso, pretendemos realizar outros eventos aqui. Inclusive, isso faz girar muito dinheiro e gera empregos na cidade, pois só na realização desse show, 1.350 pessoas estiveram envolvidas”, disse.

Ainda segundo Lima, a organização do evento conseguiu reativar o Estádio do Café como uma grande arena para shows. “Conversamos com a Fundação de Esportes de Londrina (FEL) e concordamos em quebrar dois muros do estádio e substituí-los por um portão, que funcionará como saída de incêndio. Investimos R$ 100 mil nessa melhoria, e agora o local está adequado para receber grandes eventos, em conformidade com as regras de segurança do Corpo de Bombeiros”, sublinhou.

Alta lotação – A gerente do Hotel Íbis Londrina Shopping, Lucila Figueiredo, contou que o estabelecimento de 132 quartos teve lotação de 100% durante toda a semana passada, inclusive na sexta-feira, dia tradicionalmente pouco movimentado. Segundo ela, a maioria dos hóspedes era proveniente de outras cidades paranaenses, como Curitiba, Maringá e Arapongas.

“Após o período de pandemia, temos tido uma boa lotação. O ano passado foi muito forte, pois havia uma demanda represada muito grande no setor. Em 2023, a ocupação baixou um pouco, mas ainda continua alta, com cerca de 90% do nível de 2022. Porém, as diárias estão subindo, e já aumentaram 30% desde o ano passado. Com isso, já estamos quase chegando aos valores praticados antes do advento da pandemia de Covid-19”, disse.

Conforme o supervisor de reservas e eventos do Golden Blue Hotel, Bruno Duarte, o estabelecimento reservou 95,5% de seus 88 leitos na sexta-feira (8) e 71,4% no sábado (9). “Somos um hotel empresarial, então o nosso maior movimento ocorre durante os dias úteis, mas tivemos bastante procura no fim de semana por causa do show dos Titãs. Nos últimos meses, Londrina vem recebendo vários shows de grandes artistas, como Daniel, Chitãozinho e Xororó e Zé Ramalho. E agora, no dia 17, também teremos a apresentação do padre Fábio de Melo. Esses eventos estão trazendo muitos visitantes e aquecendo o setor de hotelaria”, disse.

O diretor do Sindhotéis Londrina, Guilherme Simões, salientou que as expectativas do setor são altas para o fim do ano, devido às celebrações de Natal e Ano Novo. “Os nossos estabelecimentos associados já estão com ocupações em torno de 80% e 90%, e nos finais de semana chegando a 100%. A expectativa é boa para a cidade e vem melhorando a cada dia mais”, frisou.

Números do setor de eventos no Brasil – Segundo dados do IBGE e do Ministério do Trabalho e Previdência que constam do Radar Econômico, de janeiro a outubro deste ano o saldo acumulado de empregos no setor de eventos registrou crescimento de 46,6%, sendo o segmento de maior geração.

No total, o hub setorial da cadeia de eventos de cultura e entretenimento abrange 52 atividades econômicas como operadores turísticos, bares e restaurantes, serviços gerais, segurança privada e hospedagem. Com R$ 314,2 bilhões de faturamento anual, o hub setorial envolve 6,4 milhões de pessoas e corresponde a 4,5% do PIB brasileiro. Além disso, gera R$ 76 bilhões em massa salarial (19,9% do total do país) e R$ 51,4 bilhões em impostos federais (2,8% total de impostos pagos no Brasil).

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.