Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Instituição e Prefeitura assinaram novo Acordo de Cooperação, que possibilita a permanência do Tiro de Guerra na cidade por mais cinco anos

Na sexta-feira (22), o Tiro de Guerra (TG) de Londrina e a Prefeitura renovaram o Acordo de Cooperação que possibilita a permanência da instituição na cidade por mais cinco anos, de 2024 a 2028. A assinatura do documento aconteceu no gabinete do prefeito Marcelo Belinati.

O prefeito enfatizou que se trata de um dia especial para a cidade. “O Tiro de Guerra é fundamental para Londrina, em todos estes anos já formou milhares de jovens para a vida, com valores, princípios e ensinamentos, e isso é um grande tesouro para a cidade. Hoje estamos renovando, neste ato, a permanência do Tiro de Guerra em Londrina. É um momento histórico para o Município”, disse Marcelo.

Segundo o prefeito, o executivo também está tratando de benfeitorias que devem ser executadas no Tiro de Guerra. “Em razão das obras de ampliação do aeroporto, teremos que fazer uma obra grande no Tiro de Guerra, melhorando as condições das instalações para receber tanto a equipe do Exército quanto os atiradores”, contou.

O chefe de instrução do Tiro de Guerra de Londrina, subtenente André Marinho Ferreira, explicou que o acordo assinado hoje prevê o que o Exército vai oferecer para o município – como o fardamento, a munição, os instrutores que darão o treinamento para formar o atirador – e o que a Prefeitura vai ofertar, que é a parte administrativa, para o Tiro de Guerra poder funcionar. “Por exemplo, a Prefeitura arca com os custos dos computadores, água, luz, serviço de telefonia e internet”, contou.

Com relação às melhorias na estrutura do Tiro de Guerra, Ferreira mencionou que, devido ao avanço nas obras do aeroporto, o TG perdeu uma parte de suas instalações. “Por conta disso precisa haver uma readequação, construindo uma nova casa para o chefe de instrução e um novo pátio de formatura, aos fundos do TG, por exemplo”, disse.

Também estiveram presentes no encontro, o vice-prefeito, João Mendonça; o secretário municipal de Defesa Social, coronel Pedro Ramos; e o delegado da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg), da Delegacia Regional do Paraná-Londrina, Iwan Kloc Filho.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.