Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Pacto Nacional pela Consciência Vacinal conta agora com os mais de mil Cartórios paranaenses no auxílio para a retomada dos índices de cobertura no país

Os mais de mil Cartórios paranaenses são agora pontos de informação da população sobre a importância da vacinação. As unidades aderiram ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da vacinação prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI) para a prevenção de doenças.

A iniciativa visa a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional. Mesmo com o anúncio do fim do estado de emergência mundial pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à pandemia de Covid-19, a vacinação continua sendo uma medida crucial para controle da doença e melhoria da saúde pública no Brasil.

A Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Anoreg/PR), entidade que representa todos os Cartórios do estado, integra a ação do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Presentes em todos os municípios paranaenses, os Cartórios contam com uma capilaridade inigualável, impactando e conscientizando a população sobre a importância da vacinação em geral, não apenas em relação à Covid-19.

Para integrar os Cartórios à iniciativa, a Anoreg/PR e o CNMP disponibilizaram uma série de materiais às unidades de todo o país, como cartazes, folders e materiais para as redes sociais, que podem ser utilizados por Cartórios e associações do setor para disseminar a importância da vacinação.

Segundo a presidente da Anoreg/PR, Mariana Pozenato Martinz, a entidade tem um papel importante na disseminação de informações confiáveis e na conscientização da população sobre a importância da vacinação. “Os Cartórios possuem grande capilaridade e fazem parte do cotidiano dos paranaenses, sendo importantes como porta-vozes de causas nobres, como a conscientização da vacinação”, disse. “A vacinação contribui para a saúde e bem-estar da população, sendo uma das principais medidas de prevenção de doenças. É fundamental estarmos alinhados com ações do Conselho Nacional do Ministério Público para preservarmos o bem estar da população paranaense”, completou.

Considerado um país pioneiro e uma referência internacional em campanhas de vacinação, o Brasil vem apresentando retrocessos nesse campo e praticamente todas as coberturas vacinais estão abaixo da meta. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, o Brasil atingiu uma média de 95% de pessoas completamente imunizadas dentro do público-alvo de cada vacina do Programa de Imunizações, média que chegou a preocupantes 61% em 2021. Em 2020, o índice era de 68% e em 2019, de 73%. O Pacto Nacional pela Consciência Vacinal tem como objetivo atingir uma cobertura vacinal de 90% em todas as vacinas previstas no PNI. É importante lembrar que o PNI inclui outras vacinas, além daquelas contra a Covid-19, que são fundamentais para a prevenção de doenças como sarampo, poliomielite, gripe, entre outras.

Asimp/Anoreg/PR

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.