Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com o apoio da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CDPI), presidida pelo deputado Cobra Repórter (PSD), a Assembleia Legislativa do Paraná realiza no dia 1º de dezembro, a partir das 08h30, mais uma edição do Workshop Smartphone Conecta+,  no Plenário da Casa.

A novidade desta edição é que terá uma Oficina da Memória e Concentração realizada pelo Sesc/Paraná e palestra “Prevenção aos Golpes de Estelionato contra Idosos”, com o delegado-chefe da Delegacia de Estelionatos da Polícia Civil do Paraná, Emmanoel David.

O workshop é promovido pelo Conselho de Ações Solidárias e Voluntariado da Assembleia em parceria com a Celepar, do Governo do Paraná, o Sesc/Paraná, com o apoio da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. Além de promover cidadania e inclusão, o curso visa estimular o uso da tecnologia e disseminar a divulgação científica com práticas inovadoras, que facilitem e potencializem o processo de ensino e aprendizagem.

 “O acesso à tecnologia é de suma importância para os idosos e a inserção nesse universo facilita e promove uma melhor interação social, além de estimular a memória, cognição, raciocínio e proporcionar melhor qualidade de vida”, afirmou a presidente do Conselho, Rose Traiano. “As duas primeiras edições foram um sucesso e devido à necessidade de ampliar o conhecimento dos nossos idosos ampliamos as nossas parcerias. Além da parceria com a Celepar, agora contamos com o Sesc/Paraná que além de ministrar uma oficina irá divulgar os cursos e atividades que ele oferta de forma gratuita aos idosos e junto à Polícia Civil teremos uma palestra de como se proteger de golpes virtuais”, explicou Rose. “É um complemento a mais para eles, com mais informações e segurança”, completou. 

 “Nossos idosos estão cada vez mais conectados, mas para o uso da tecnologia é preciso que tomem cuidados, já que são muito visados pelos bandidos com conta de benefícios como aposentadoria etc. Então a iniciativa de realizar estes cursos é muito importante, por isso têm sido sucesso e já estamos na terceira edição. A CDPI, comissão da qual sou presidente, apoia integralmente essas ações”, declarou o deputado estadual Cobra Repórter.

As duas primeiras outras duas edições desse curso ocorreram no mês de outubro, com quatro turmas, reunindo mais de 200 participantes. A Celepar já realizou treinamentos em tecnologia para aproximadamente 15 mil idosos em 97 municípios paranaenses. A iniciativa faz parte do Programa de Inclusão Social e Digital da Pessoa Idosa, criado pela companhia em 2013.

Oficina da Memória e Concentração

 A oficina é desenvolvida por meio de ações que visam despertar a atenção, concentração, percepção, memória, visualização e imaginação, por meio das expressões corporais e verbais, raciocínio lógico, estimulação visual, leituras, estudo de vivências, dinâmicas de grupo, atividades e exercícios que estimulem o raciocínio, abordando os diferentes tipos de memória e das demais funções de aquisição de conhecimento, tão importantes para a qualidade de vida.

A proposta da atividade é o estímulo das funções cerebrais com o exercício da mente para o despertar das potencialidades, abrindo caminho para descobertas pessoais, além de proporcionar bons momentos para socialização das experiências de vida e construção de laços de afetividade e amizade.

Curso de smartphone - Durante o curso, que é ministrado por colaboradores da Celepar, o público terá orientações de funções e configurações básicas dos aparelhos, como ligar, desligar, salvar contatos, armazenar fotos e outros arquivos; uso da internet, dados móveis, wifi, segurança, senhas; e os principais aplicativos utilizados no cotidiano, como os de comunicação (whatsApp) e os de mobilidade urbana (Uber).

Além disso, as atividades têm foco no uso de aplicativos, incluindo plataformas do Governo do Paraná, como a Farmácia Popular, o Menor Preço (para pesquisar o menor valor de um produto em estabelecimentos de sua região), o app 190 (para acionar a Polícia Militar) e o Paraná Inteligência Artificial (PIÁ) — plataforma que promove o acesso online a serviços públicos do Governo do Estado e a informações oficiais.

O workshop terá três horas de duração e como conta com exercícios práticos é necessário que os participantes tragam seus smartphones com a bateria carregada. Cada idoso também receberá uma caneta touch screen, para facilitar a seleção de ícones na tela do celular.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.