Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os projetos de inovação da Copel receberam um importante reconhecimento do setor elétrico brasileiro e latino-americano, com a entrega do Prêmio CIER de Inovação, ocorrida durante a Reunião de Altos Executivos do segmento, em Foz do Iguaçu. A empresa levou o primeiro lugar na categoria Plataforma de Inovação e o segundo na categoria Digitalização da premiação.

O projeto campeão entre as plataformas de inovação comparadas entre empresa distribuidoras de energia de diversos países chama-se DIS_Aí. Trata-se de um sistema online, aberto para que qualquer funcionário da empresa, independente de posição na hierarquia, função desempenhada ou local de trabalho, possa sugerir melhorias nos processos da Companhia.

Todas as ideias cadastradas passam por uma avaliação criteriosa por comissões, com a participação de especialistas das áreas envolvidas, e aquelas identificadas com potencial de inovação e viabilidade de implantação seguem para fases de testes e execução. O programa, que existe desde 2013, teve aproximadamente 5,8 mi sugestões cadastradas nos últimos cinco anos.

 “Este prêmio é a materialização do reconhecimento ao trabalho de centenas de colegas que nos ajudam diariamente a manter acesa a busca pela inovação”, comentou sobre a conquista o superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel, Júlio Omori.

Na categoria Digitalização, o Programa Rede Elétrica Inteligente levou o segundo lugar, pela inovação na gestão do sistema de distribuição de energia que já está em operação em 73 municípios paranaenses, e em expansão para mais 78 cidades. O Programa Rede Elétrica Inteligente deve concluir 2023 com 600 mil medidores inteligentes instalados. Os novos equipamentos, somados a automações implantadas na rede de distribuição de energia, permitirão realizar serviços de maneira remota, tornando o atendimento ao cliente mais ágil e eficiente.

Entre os critérios utilizados no julgamento dos projetos inscritos, estão a complexidade da solução desenvolvida, o grau de inovação das tecnologias aplicadas e a facilidade de reprodução das práticas em outras empresas. Também foi levada em consideração a geração de valor para a sociedade, clientes, trabalhadores, acionistas e para o setor elétrico.

A CIER é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1965 e sediada em Montevidéu. Possui Comitês Nacionais na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Uruguai e Peru. Também congrega um Comitê da América Central e Caribe (CECACIER). Em sua 58ª Reunião de Altos Executivos, realizada no início de dezembro, foram discutidos os principais aspectos da Integração Energética na América do Sul, Central e Caribe.

No evento, o superintendente de Regulação e Finanças da Copel, Fernando Antônio Gruppelli Junior, apresentou um painel sobre os impactos da transição energética no segmento da distribuição, com destaque para o debate sobre a calibração dos subsídios e a tendência à eletrificação de tudo, em decorrência da modernização das redes.

Asimp/Copel

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.