Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Frente Parlamentar sobre o Pedágio defende que a licitação de concessão de rodovias no Paraná fique para o novo governo que vai assumir o País em janeiro de 2023. A intenção é retomar as discussões para aperfeiçoar o edital e assim evitar mais problemas aos paranaenses com os futuros contratos de pedágio e obras.

"O modelo atual proposto não atende as necessidades da classe produtora e da população, tanto que o Tribunal de Contas da União já apontou que é preciso fazer diversas alterações. Para não correr riscos, a Frente Parlamentar vai pedir que a licitação seja conduzida pelo novo governo federal", diz o deputado estadual Tercilio Turini.

Em reunião hoje de manhã na Assembleia Legislativa, a Frente Parlamentar decidiu elaborar um documento para entregar à equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva e ao Governo do Estado. "Vamos solicitar uma reunião com a coordenação da transição e com o governador Ratinho Junior para expor nossos argumentos", informa Turini, que participou do encontro juntamente com os deputados estaduais Arilson Chiorato, Luiz Cláudio Romanelli e Evandro Araújo, da coordenação da Frente, e Tiago Amaral como liderança do governo, além de técnicos do grupo de estudos da Universidade Federal do Paraná.

"Como já houve uma sinalização da equipe do novo governo, inclusive durante a campanha eleitoral, de adotar o pedágio de manutenção nas rodovias do Paraná, é importante reabrir o diálogo para garantir tarifas bem mais baratas. Vamos manter a mobilização para garantir as mudanças no novo modelo, adiando o lançamento da licitação", enfatizou Tercilio Turini.

Como presidente da Frente Parlamentar sobre o Pedágio, o deputado Arilson Chiorato vai levar o documento para a equipe de transição em Brasília e pedir a realização de uma reunião. "Estamos muito preocupados com o novo modelo de concessão e o próprio Tribunal de Contas da União já apresentou diversos questionamentos. Não faz sentido seguir com a licitação neste momento", afirmou o deputado estadual Tercilio Turini.

Ricardo da Guia Rosa/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.