Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

É o menor tempo da história e o terceiro mais rápido do País, segundo a Jucepar. A média nacional está em 1 dia e 13 horas. O Estado fechou os primeiros dez meses com saldo positivo de 132.710 novas empresas.

O Paraná reduziu mais uma vez o tempo médio para a abertura de empresas, colaborando com o bom ambiente de investimentos do setor privado. Em outubro de 2022, foram necessárias, em média, apenas 14 horas para a criação de um empreendimento no Estado. É o menor tempo da história. O relatório, com base no Redesim, do governo federal, foi divulgado pela Junta Comercial do Paraná (Jucepar) na segunda-feira (7).

Com esse tempo, o Estado foi o terceiro mais rápido do País, atrás de Sergipe, com 10 horas, e Espírito Santo, com 11 horas. A média nacional para abertura de empresas está em 1 dia e 13 horas, quase 24 horas acima.

Em outubro de 2019, o empresário paranaense levava 2 dias e 20 horas para abrir uma empresa, ou seja, houve diminuição de 54 horas, fruto do Descomplica Paraná, programa de desburocratização da máquina pública. No mesmo mês de 2020, eram 3 dias e 8 horas. Em 2021, 1 dia e 13 horas.

O Paraná processou o terceiro maior volume de pedidos de abertura de empresas no mês passado, com 4.645 registros, ficando atrás somente de São Paulo, com 20.984 registros, e Minas Gerais, com 5.434. Do total de empresas abertas no Estado, 97% concluíram o trâmite em até 3 dias, 2% em até 5 dias e 1% em até 7 dias. Nenhuma demorou mais de 7 dias.

O tempo total de abertura de empresas e demais pessoas jurídicas leva em consideração o tempo na etapa de viabilidade, de validação cadastral que os órgãos efetuam e de efetivação do registro e obtenção do CNPJ. Não são considerados os tempos de inscrições municipais ou estaduais e nem a obtenção de licenças para funcionamento do negócio.

Positivo

Outro relatório divulgado pela Jucepar aponta que o Paraná fechou o período de janeiro a outubro com um saldo positivo de 132.710 novas empresas (diferença entre abertura e fechamento de empreendimentos). Foram abertas 233.553 empresas e encerradas 100.843 no período. O Estado tem, atualmente, 1,59 milhão de empresas ativas.

O número de empresas abertas nos primeiros dez meses deste ano foi 0,34% maior que no mesmo período de 2021, quando foram criados 232.769 empreendimentos. Em 2022, foram abertas 176.070 MEIs, 49.728 Ltda, 6.487 Empresários, 307 Eirelis, 513 S/A (fechada), 208 Cooperativas, 146 S/A (aberta), 82 Consórcios e 12 outros tipos.

Confira AQUI as aberturas e fechamentos em outubro. Confira AQUI o relatório do tempo de abertura e AQUI os dados do governo federal.

AEN

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.