Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O desempenho representou 42% das 144.475 contratações de pessoas com idade até 29 anos na região Sul. Santa Catarina registrou 44.681 empregos para a juventude e o Rio Grande do Sul, 38.156 colocações.

De janeiro a agosto de 2023, o Paraná criou 61.638 novos empregos para pessoas entre 18 e 29 anos, confirmando a liderança em empregabilidade de trabalhadores desta faixa etária no Sul. O desempenho representou 42% das 144.475 contratações de pessoas com idade até 29 anos na região Sul. Santa Catarina registrou 44.681 empregos para a juventude e o Rio Grande do Sul, 38.156 colocações.

No ranking nacional o Estado ocupa o quarto lugar em 2023, atrás apenas dos estados de São Paulo (274.139), Minas Gerais (105.774) e Rio de Janeiro (77.517). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego. 

Em agosto, a performance de empregabilidade acompanhou as posições nos rankings regional e nacional no acumulado do ano. Foram 8.878 encaixes para trabalhadores entre 18 e 29 anos, um aumento de 24,9% em comparação ao mês de julho, quando 6.584 jovens conquistaram emprego com carteira assinada. Santa Catarina e Rio Grande do Sul registraram 5.200 e 4.459 encaixes na mesma faixa etária, respectivamente. 

No ranking geral, o Paraná também ficou atrás somente dos três estados mais populosos. São Paulo ocupou a liderança com um saldo de 44.140 novos empregos para a juventude. Na sequência aparecem Minas Gerais (13.358) e Rio de Janeiro (11.762).

"O Paraná promove, por intermédio das Agências do Trabalhador do Paraná e postos de atendimento, ações de empregabilidade para públicos específicos em todas as regiões. Estamos vendo esse mesmo movimento no mercado privado”, ressalta o secretário de Trabalho, Qualificação e Renda, Mauro Moraes. "Nos últimos meses alcançamos bons resultados em todos os indicadores, dos jovens aos idosos, dos homens e mulheres, reforçando a nossa posição econômica muito forte neste ano".

Segundo o Caged, de janeiro a agosto de 2023, o Paraná registrou um saldo positivo de 39.181 novos postos de trabalho ocupados por mulheres, quarto melhor resultado do País.

Já o desempenho em contratação de trabalhadores com 60 anos ou mais foi constatado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento mostra que de janeiro a junho de 2023 o Paraná atingiu a marca de 400 mil trabalhadores desta faixa etária ocupados. O número é o maior da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

Confira os números do acumulado oito primeiros meses de 2023 e  AQUI  os números de agosto de 2023.

AEN

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.